O volante Matheus Henrique pediu para se manifestar após o empate do Grêmio em 2 a 2 com o Santos, na Arena. O jogador se desculpou com o técnico Tiago Nunes após discussão no primeiro tempo com xingamentos.

Matheus errou no lance do primeiro gol do Santos e ouviu uma cobrança de Tiago Nunes. Do campo, respondeu ao treinador com xingamentos. Os dois conversaram no vestiário sobre o incidente.

— Primeiro quero pedir desculpa em público ao professor Tiago, já nos abraçamos no intervalo. Ao nosso grupo, nossa torcida. Nunca tive problema com ninguém, a gente esta de três derrotas, estávamos ganhando e tomamos um gol. Ele me cobrou e respondi, eu estou errado e ele é nosso comandante. Então é meu pedido de desculpas em frente ao Tiago, grupo e nossa torcida — destacou Matheus Henrique.

Rafinha junta elenco e conversa com Matheus Henrique  — Foto: Eduardo Moura

Rafinha junta elenco e conversa com Matheus Henrique — Foto: Eduardo Moura

Não vejo desequilíbrio emocional. São situações de jogo. Faz parte. O Matheus, nós conversamos no intervalo, nos abraçamos, trocamos uma ideia e vida que segue.— Tiago Nunes

O volante marcaria o segundo gol gremista após a discussão e comemorou timidamente, até porque o lance precisou ser validado pelo VAR. Mas Geromel, Rafinha e Diego Souza correram para abraçar o meio-campista.

Antes da saída para o vestiário, o time se reuniu no gramado, chamado por Rafinha, e conversou. O lateral inclusive segurou o companheiro nos ombros e falou próximo ao camisa 7. Na caminhada ao túnel, o lateral escoltou Matheus e também evitou que ele concedesse entrevista.

O empate deixou o Grêmio com um ponto, ainda na lanterna do Brasileirão.

Tiago Nunes e Matheus Henrique em empate do Grêmio — Foto: Eduardo Moura

Tiago Nunes e Matheus Henrique em empate do Grêmio — Foto: Eduardo Moura



Veja também