Quase uma semana depois da eliminação para o Santos nas quartas de final da Libertadores, o Grêmio encontra mais um mata-mata decisivo na próxima quarta-feira. Recebe o São Paulo na Arena, no primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil, com a goleada sofrida na Vila Belmiro bem longe da cabeça dos jogadores.

É o que assegura o volante Matheus Henrique. Em entrevista coletiva após o treino que abriu os trabalhos para a partida nesta segunda, ele preferiu evitar o assunto Libertadores. Garantiu o elenco focado e vivo tanto na Copa do Brasil quanto no Brasileirão.

– Já com 12 segundos a gente levou o gol, mas não adianta ficar lembrando, já passou. Não podemos ficar com a cabeça enterrada. A gente já tem Copa do Brasil na quarta-feira, Campeonato Brasileiro. Levamos os erros de lição para não repetir no próximo jogo. Sabemos do nosso potencial. Até semana passada, estávamos em três competições e falavam que éramos isso e aquilo. Não vai ser por uma eliminação que aqui ninguém presta – assegurou Matheus.

Matheus Henrique no empate em 1 a 1 contra o Sport — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Matheus Henrique no empate em 1 a 1 contra o Sport — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O meio-campista ressaltou a confiança passada pelo técnico Renato Portaluppi e diretoria, na figura do presidente Romildo Bolzan Júnior. Apesar do treinador assumir para ele a responsabilidade pela derrota para o Santos, Matheus Henrique fez questão de lembrar as cobranças internas no vestiário entre os atletas.

– Conselhos a gente tem de monte, motivação também. Mas é só olhar onde a gente está. Estamos a dois jogos de uma final de Copa do Brasil. O Renato nos passa total confiança. Às vezes vocês veem ele nas entrevistas que ele assume a responsabilidade, mas têm as cobranças com a gente, que são internas. Não expõe ninguém do grupo porque confia. Sabemos o que temos de fazer e tenho certeza que será um grande duelo. Quem errar menos vai disputar a final – acrescentou.

Grêmio e São Paulo fazem o primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil a partir das 21h30 de quarta-feira, na Arena. A volta será no Morumbi, uma semana depois. O time gaúcho define a escalação em treino nesta terça.



Veja também