O elenco do Grêmio resolveu fazer uma homenagem na hora marcante de levantar a taça da Recopa Gaúcha neste domingo, após vitória por 3 a 0 sobre o Santa Cruz-RS na Arena. Os jogadores colocaram o troféu nas mãos do massagista José Flores, o Zezinho, que trabalha há 48 anos no Tricolor.

No palco da festa do título, os atletas se juntaram para ver o capitão Pedro Geromel erguer a taça. Mas ele chamou Zezinho, de 70 anos, para receber a homenagem.

— Tenho 48 anos de Grêmio, por isso que eles fizeram eu levantar a taça. No meu armário não cabe mais taça, já foram umas quantas, perdi as contas (risos). O Geromel falou que eu era o funcionário mais velho e tinha que levantar a taça. Fiquei muito feliz, quero agradecer o plantel, que é muito bom, e estou muito admirado com eles — disse Zezinho ao ge.

Zezinho, massagista do clube, levanta a Recopa Gaúcha com Geromel — Foto: Lucas Bubols / ge

Zezinho, massagista do clube, levanta a Recopa Gaúcha com Geromel — Foto: Lucas Bubols / ge

Depois de Zezinho levantar a taça com a ajuda de Geromel, o troféu foi para as mãos de Guilherme Azevedo. Autor do primeiro gol da partida, ele homenageou a avó, que faleceu recentemente, e também o pai, que está com Covid-19, e usava a braçadeira de capitão.

Zezinho está no clube desde 1973 e, portanto, esteve presente em todas as principais conquistas da equipe gaúcha.



Veja também