Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O técnico Vagner Mancini não jogou a toalha com a derrota do Grêmio por 3 a 1 para o Bahia nesta sexta-feira, no confronto direto contra o rebaixamento. O treinador também explicou suas escolhas na escalação, admitiu um jogo “muito abaixo” do Tricolor em todos os aspectos e citou a falta de concentração como um dos principais problemas.

Temos a obrigação de seguir lutando porque faltam nove pontos a ser disputados. Matematicamente temos chances. De maneira alguma jogar a toalha. Vamos seguir lutando, exigindo uma performance diferente, não só no aspecto técnico, mas físico e tático. O time não funcionou, todos estamos decepcionados com o que vimos. Nos mobilizamos, contagiamos e infelizmente acabou não dando certo – admitiu Mancini.

Hoje o Grêmio foi muito abaixo em futebol, em luta, esquema tático, organização e por isso perdeu a partida. Não tem como jogar da forma que jogamos e esperar um resultado diferente.
— Vagner Mancini

A justificativa para a ausência de Campaz do time titular foram dois dias de febre e ausência nos treinamentos. Mesmo que ele tenha entrado aos 23 minutos do primeiro tempo. O técnico reconheceu que as escolhas não deram resultado dentro de campo.

Foram vistos erros. Não estou deixando de falar sobre eles, estou assumindo que talvez as escolhas não tenham sido as melhores, em um dia no qual a gente, coletivamente, foi muito abaixo. Quando você tem uma equipe que consegue se fortalecer, individualmente as peças aparecem. Quando você tem erros táticos ao longo do jogo, teu sistema enfraquece, confiança cai, a performance também – apontou o técnico.

Temos que reconhecer hoje que não foi uma noite feliz do Grêmio, jogou abaixo do que poderia. A concentração foi o ponto negativo na minha maneira de enxergar. Porque todos momentos chegamos atrasados.
— Mancini

Com a derrota, o Grêmio fica com 36 pontos, quatro atrás do próprio Bahia, agora o 16º, e do Juventude, que é o 17º. O time volta a campo na próxima quinta-feira, às 20h, quando enfrenta o São Paulo na Arena.



Veja também