Grêmio terá o retorno dos titulares na partida deste domingo, contra o Juventude, na Arena. A escalação de força máxima também marca o provável retorno de Thiago Santos e Lucas Silva. As manifestações do técnico Vagner Mancini após a vitória sobre o Guarany, no fim de semana passada, abriram discussão sobre a dupla de volantes e a possibilidade de mais chances a Villasanti e Fernando Henrique.

O ge fez um levantamento dos números das quatro opções na função até o momento a partir dos scouts da TV Globo (veja abaixo). São, claro, poucos jogos de amostragem no ano. O elenco principal do Grêmio disputou até agora três partidas. Venceu São José e Guarany com titulares e o Aimoré com reservas.

Todos os quatro jogadores atuaram em duas das três partidas. Lucas Silva e Thiago Santos foram titulares nos dois primeiros jogos, enquanto Fernando Henrique e Villasanti entraram durante a vitória sobre o Guarany e começaram contra o Índio Capilé.

Vagner Mancini, Thiago Santos e Lucas Silva em treino do Grêmio — Foto: Renan Jardim/Grêmio

Vagner Mancini, Thiago Santos e Lucas Silva em treino do Grêmio — Foto: Renan Jardim/Grêmio

Conforme apurou o ge, a tendência é pela sequência de Lucas Silva e Thiago. Mancini inclusive deu esse indício após a vitória da última quarta, citando nominalmente os dois sem ser questionado.

– Sobre a dupla de volantes: me entregaram coisas boas. Assim como o Thiago e o Lucas também entregaram nos jogos do final do ano passado. Diante do São José até que se saíram bem, mas contra o Guarany enfrentamos um time fechado e não posso jogar em cima de dois atletas aquilo que eu disse que me irritou. Não coloco a culpa nos dois volantes. Os dois (Villasanti e Fernando) se movimentaram bem – an

Ninguém vai descartar Thiago e Lucas, os dois são titulares. Assim como Fernando e Villa podem jogar. O planejamento foi feito para que descansassem os atletas para atuarem no final de semana.— Vagner Mancini

A discussão já ocorre desde a reta final de 2021, mas foi retomada após a vitória sobre o Guarany. Naquela partida, Mancini trocou a dupla de volantes no início do segundo tempo. Fernando Henrique daria a assistência para o segundo gol da partida. O treinador ainda diria que a troca deixou o time mais “leve” no meio-campo.

Lucas Silva e Fernando Henrique em treino do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Lucas Silva e Fernando Henrique em treino do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Do compilado de números, é possível tirar que Thiago Santos foi, até agora, o volante com menor taxa de acerto de passes. Villasanti foi quem mais desarmou, com oito desarmes e mais três incompletos, seguido de Thiago, com seis desarmes e mais dois incompletos. Fernando Henrique teve quatro desarmes e Lucas, três.

As estatísticas são apenas uma maneira tangível de comparar os quatro sob a mesma métrica. As características de cada jogador, claro, contam para o técnico fazer as escolhas e defiir as duplas. As próximas partidas devem dar novos capítulos às disputas no setor.

> Compare os números dos jogadores em cada partida

Aimoré 1×2 Grêmio

  • Fernando Henrique: 1 finalização, 45 passes, 43 passes certos (95%), 2 desarmes, 1 falta cometida e 3 faltas recebidas
  • Villasanti: 2 finalizações, 1 gol, 47 passes, 45 passes certos (95%), 3 desarmes e 3 desarmes incompletos, 1 falta cometida e 2 faltas recebidas

Grêmio 2×0 Guarany de Bagé

  • Thiago Santos: 34 passes, 26 passes certos (76%), 1 desarme, 2 faltas cometidas e 1 falta recebida
  • Lucas Silva: 3 finalizações, 52 passes, 49 passes certos (94%), 2 faltas cometidas e 2 faltas recebidas
  • Fernando Henrique: 1 assistência, 17 passes, 15 passes certos (94%), 2 desarmes, 1 falta cometida e 2 faltas recebidas
  • Villasanti: 1 finalização, 20 passes, 20 passes certos (100%) e 5 desarmes

Grêmio 2×1 São José

  • Thiago Santos: 46 passes, 40 passes certos (86%), 5 desarmes e 2 desarmes incompletos, 3 faltas cometidas e 2 faltas recebidas
  • Lucas Silva: 45 passes, 43 passes certos (95%), 3 desarmes, 2 faltas cometidas e 1 falta recebida


Veja também