Mal de novo, Grêmio perde no Olímpico na estreia

22 de maio de 2011 - Às 20:52
Como em 2010, Grêmio começa mal o Brasileirão, perdendo no Olímpico


Pela primeira rodada do Brasileirão, o Grêmio recebeu o Corinthians e acabou derrotado, de virada por 2 a 1. Com um enorme número de passes errados, péssimas atuações de Douglas e Junior Viçosa, o Tricolor acabou começando o campeonato como no ano passado, com derrota, e precisando de jogadores.


GRÊMIO1 – 2CORINTHIANS
1º Tempo
O Grêmio começou o jogo pressionando no campo de ataque, e tentando roubar a bola. O Corinthians só foi passar do meio de campo após os 5 minutos. Então, o time paulista melhorou no jogo e começou a chegar mais no ataque, com cruzamentos e chutes de fora da área. Aos 20 minutos, Douglas cobrou escanteio direto para o gol, o goleiro Julio César salvou embaixo da linha

O Grêmio estava nervoso em campo, até Douglas estava errando passes fáceis. Aos 33, Rochemback cobrou falta, claramente Julio César tocou para fora, mas o árbitro marcou tiro de meta.Aos 36, Rodolfo torceu o tornozelo em uma dividida de bola, teve que ser substituído por Escudero

O primeiro tempo acabou assim, poucas chances de gol, poucas faltas, muitos passes errados e sem gols.

2º Tempo

O jogo no segundo tempo continuou dependente das bolas aéreas, todas as zagas adversárias levavam vantagem. Aos 12 minutos, Leandro recebeu, invadiu a área e foi derrubado por Leandro Cástan, o árbitro marcou pênalti. Douglas bateu bonito e abriu o placar.

Aos 16 minutos, a bola sobrou na área do Grêmio, Ramires chutou e Neuton tirou de dentro da pequena área. Aos 19, Liedson caiu dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Chicão bateu, Victor chegou a tocar na bola mas não evitou.

Aos 27 minutos, após cobrança de lateral, Liedson aproveitou dentro da área para virar o jogo. A bola estava mordendo no pé dos jogadores do Grêmio, não conseguia trocar passes, menos ainda criar chances de gol.

Aos 37, em contra-ataque, Paulinho recebeu livre na entrada da área e bateu, Victor espalmou no chão e jogou para escanteio.

O Grêmio estava abatido em campo, sem forças para reagir. E o Olímpico perdeu sua força, faz tempo. A torcida estava ‘murcha’, agora resta a diretoria contratar, com urgência.



Veja também