O sucesso de 2017 faz o Grêmio projetar mais uma temporada exaustiva em 2018, com calendário cheio e pouco tempo para descanso. No ano passado, a maratona só terminou em 16 de dezembro, na final do Mundial de Clubes. Desta vez, ainda há a parada de um mês devido à Copa do Mundo, a diretoria entende a necessidade de um grupo maior e projeta mais de 30 jogadores no plantel.

O Tricolor disputou 79 jogos em 2017, quase um a cada cinco dias. Atentos a isso, os dirigentes planejaram o começo do novo ano com o grupo separado em três. Ainda em 18 de dezembro, 13 jogadores da base se apresentaram para iniciar os trabalhos com o técnico do time de transição César Bueno. Ele será o responsável por comandar a equipe nas primeiras rodadas do Gauchão e depois permanece entre os profissionais como auxiliar permanente.

Na última sexta, mais 14 atletas se juntaram aos colegas – a maioria deles enfrentou o Atlético-MG na última rodada do Brasileirão, reforçados por Douglas, que se recupera de lesão, e os contratados Alisson e Thaciano. Paulo Miranda, outro reforço, já começou a treinar no sábado. No próximo dia 18, será a vez de cerca de 20 membros do plantel principal se reunirem no CT Luiz Carvalho.

Foto: Grêmio / DVG

Somados os três grupos, o Grêmio terá por volta de 50 jogadores para a temporada. A quantidade será reduzida drasticamente para Renato Gaúcho trabalhar com vistas ao estadual, Libertadores, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Isso sem contar a Recopa, contra o Independiente, nos dias 14 e 21 de fevereiro.

– Com base no ano passado e a quantidade de jogos que a gente disputou, precisamos de um elenco numeroso e qualificado para poder fazer frente a esse número de competições. Já temos uma final agora no dia 14 de fevereiro. Então, prefiro não estabelecer um número, porque neste Gauchão vamos fazer a análise dos jogadores da base – comenta o executivo André Zanotta.

O plantel “numeroso” do Grêmio para 2018

  1. Apresentação em 18 de dezembro: Breno (goleiro), Felipe (lateral-direito), Guilherme Guedes (lateral-esquerdo), Anderson (zagueiro), Mendonça (zagueiro), Santiago (zagueiro), Ruan (zagueiro), Balbino (volante), Rodrigo Ancheta (volante), Matheus Henrique (volante), Isaque (meia), Tilica (atacante) e Pepê (atacante).
  2. Apresentação em 5 de janeiro*: Bruno Grassi (goleiro), Leo (goleiro), Marco Saravia (zagueiro), Machado (volante), Jean Pyerre (meia), Vico (meia), Patrick (meia), Lima (meia), Douglas (meia), Thaciano (meia), Felipe Tontini (meia), Dionathã (atacante), Lucas Poletto (atacante) e Alisson (atacante).
  3. Apresentação em 18 de janeiro: Marcelo Grohe (goleiro), Paulo Victor (goleiro), Bressan (zagueiro), Geromel (zagueiro), Kannemann (zagueiro), Bruno Cortez (lateral-esquerdo), Marcelo Oliveira (lateral-esquerdo), Léo Moura (lateral-direito), Leonardo (lateral-direito), Arthur (volante), Cícero** (volante), Cristian** (volante), Jailson (volante), Kaio (volante), Michel (volante), Maicon, Ramiro (volante), Luan (atacante), Beto da Silva (atacante), Everton (atacante) e Jael** (atacante).

* O zagueiro Paulo Miranda foi anunciado no mesmo dia e já treina com o grupo, mas ainda não foi apresentado oficialmente, assim como o atacante Alisson.

** Ainda negociam renovação.

O laboratório tricolor será exatamente o Gauchão. Aos olhos de Renato, os jovens da base gremista poderão mostrar suas credenciais ao treinador e, quem sabe, cavar um lugar no plantel profissional. Mais do que contratações para reforçar a equipe, o Grêmio põe mais uma vez o aproveitamento das joias como preponderante ao longo do ano.

– O Renato vai observar de perto para ver quais meninos que estão começando o Gauchão podem fazer parte do grupo. Este começo de ano vai servir muito para essa avaliação, para a gente ver os atletas que temos aqui. Mas certamente mais de 30 jogadores a gente vai precisar – admite Zanotta.

A pedido do próprio clube, o regulamento do campeonato estadual permite a inscrição de 10 atletas que tenham entre 16 e 21 anos à parte da lista oficial, que permite até 32 jogadores. No dia 16 de janeiro, é preciso enviar 18 nomes que constarão no grupo definitivo do Gauchão, além da chamada “lista da base”. No entanto, a garotada “extra” só poderá atuar até o dia 10 de fevereiro – período que compreende até a quinta rodada.

– Foi nos passado para treinar focado, forte, porque não vai ter muito tempo para treinar com bola para a estreia no Gauchão. É uma oportunidade única na minha vida, tenho que agarrar com as duas mãos e fazer o máximo possível para ser agregado ao time titular – comenta o atacante Dionathã, de 19 anos, que já atuou no Brasileirão do ano passado e fez um gol.

Os jovens gremistas voltam a treinar em dois turnos nesta segunda-feira. Estão previstos exames laboratoriais no CT Luiz Carvalho e atividades físicas e táticas pela manhã. À tarde, somente os jogadores que se apresentaram em dezembro realizam mais exercícios físicos.



Veja também