Se os colorados esperam que as ironias gremistas terminem, precisarão encerrar com a sequência de nove jogos sem vencer Gre-Nal. Os tricolores prometem continuar com as brincadeiras a cada sucesso sobre o maior rival. Mesmo que resultem em algumas ameaças, como revela Maicon.

Assim como tem ocorrido desde 2016, quando o Grêmio retomou o caminho dos títulos, a vitória por 2 a 0 no clássico da noite da última quarta-feira, com a conquista do segundo turno e a classificação à decisão do Gauchão, o vestiário foi inundado por festa.

O tradicional “um minuto de silêncio para o Inter que está morto” ganhou a companhia de outras piadas. A maioria delas regida pelo volante. Maicon promoveu uma live em sua conta do Instagram para compartilhar a festa com os torcedores, impedidos de ir ao estádio em razão da pandemia do coronavírus.

E não perdeu oportunidade de provocar. O “cavalo cansado”, como se intitulou, ironizou o apego colorado pelas estatísticas, mas que não se traduz em vitórias.

Maicon provoca o Inter pelas redes sociais  — Foto: Reprodução

Maicon provoca o Inter pelas redes sociais — Foto: Reprodução

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, Maicon avaliou a corneta como natural e que dá brilho ao futebol. Principalmente por não esquecer que, durante o período de seca gremista, as piadas vinham do lado vermelho. O que se alterou com a era vitoriosa vinda da Arena.

– Durante um tempo, nosso rival fez muito isso. Agora que é nossa vez está errado? Não vejo. Tem que aguentar, não tem jeito. Futebol é assim. Não adianta querer ser só do seu lado. E tem que ter. Quando ganhar, pode brincar, tirar onda. Faz parte do futebol. Isso abrilhanta. Claro, com respeito – comentou o capitão tricolor.

O discurso de Maicon seguiu na mesma linha ao longo das inúmeras questões sobre o assunto durante os 22 minutos de conversa. Comentou inclusive sobre supostas ameaças ao grupo de jogadores do Grêmio. Mas garantiu que as provocações continuarão.

Maicon fez um dos gols da vitória tricolor no Gre-Nal — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Maicon fez um dos gols da vitória tricolor no Gre-Nal — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

– Recebemos mensagens até engraçadas, que vão nos matar, que vão fazer isso, aquilo. Mas quando é com eles, fica difícil. Complicado, não aceitam. Nós entramos para jogar o melhor futebol, dar alegria ao torcedor, ganhar, sem querer arrumar confusão. Nada. Futebol é resolvido em campo. Relação é profissional, de respeito. Somos pais de família – acrescentou.

Apreciador das zoações, Maicon sabe que não pode diminuir o padrão das atuações, assim como seus colegas. Por isso, promete a mesma entrega para que o Grêmio siga na luta pelos títulos que ambiciona.

Neste domingo, começa a caminhada por mais uma taça. Às 19h, os comandados de Renato Gaúcho estreiam pelo Brasileirão diante do Fluminense, na Arena.



Veja também