Maicon exalta união do grupo: “Somos uma família”

Capitão do Grêmio diz que sonha em levantar a taça, mas que não tem nada ganho

26 de novembro de 2016 - Às 08:48
Foto: Lucas Uebel
Foto: Lucas Uebel

Não passou apenas pela atuação campo a vitória do Grêmio diante do Atlético-MG pelo primeiro jogo da final da Copa do Brasil. Segundo capitão do time, o volante Maicon, o resultado desta conquista é a união que a equipe gremista formou neste último ano. “A gente criou uma família”, exaltou.

Família essa não composta apenas pelos jogadores: “As pessoas que nos dão suporte, como massagista, roupeiro ou segurança”, citou. “Desde que cheguei, a gente formou um grupo muito bom. Todo mundo tem em mente o objetivo de vencer e ser campeão”, disse o jogador que afirmou que o grupo sempre acreditou que poderia conquistar um título. “O mais importante é que nenhum momento a gente desanimou, a gente sempre acreditou que este grupo poderia conquistar um título. Espero que a gente possa se fortalecer pra que continue com este ambiente bom, com todo mundo com gana de vencer e quando perde, a gente se cobra entre si. E é assim que a gente construiu uma família e um time vencedor.”

Maicon adotou o discurso da diretoria e comissão técnica acerca do favoritismo, mas não escondeu que já pensa em levantar o troféu. “Eu sempre sonhei, e até próxima partida eu vou continuar sonhando. É nosso objetivo dentro do clube, dos jogadores, dos torcedores, mas sabemos que temos outra partida e que precisa ter a mesma concentração”, assegurou.

“Sabemos que não conquistamos nada, temos que continuar trabalhando firme. Ter a cabeça no lugar, o pé no chão, esperar a hora do jogo e respeitar o adversário que tem muita qualidade”, finalizou o meia.



Veja também