Maicon e Edílson devem voltar a treinar com elenco nesta semana

Grêmio aproveitará parada para recuperar lesionados

7 de maio de 2017 - Às 13:58
Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação / CP

O período de 10 dias sem jogos entre a derrota para o Deportes Iquique pela Libertadores e a estreia no Campeonato Brasileiro diante do Botafogo, no próximo dia 14, servirá para o Grêmio recuperar alguns dos seus lesionados. O volante Maicon e o lateral Edílson são os mais próximos de retorno.

O departamento médico do Grêmio ainda cuida das situações de Gastón Fernández, Beto da Silva e Miller Bolaños. Maicon e Edílson deverão treinar normalmente com o elenco já no começo desta semana. A participação da dupla na estreia do Brasileirão contra Botafogo, porém, é dúvida pela falta de ritmo de jogo. O cuidado serve para evitar que eles voltem a sentir o problema, já que o clube terá uma maratona pela frente – serão seis jogos em 18 dias por Brasileirão, Libertadores e Copa do Brasil.

Da Silva fará trabalho especial

Mais longe de retornos aos gramados está o trio de estrangeiros Beto da Silva, Gastón Fernández e Miller Bolaños. O peruano, que sofreu uma lesão muscular na perna direita ainda em fevereiro, teve um problema de cicatrização que atrasou sua recuperação. Embora já tenha corrido nessa sexta-feira, sua volta aos trabalhos com bola será aos poucos.

O objetivo do Grêmio é fazer um trabalho especial que evite novas lesões em Beto da Silva. O jogador, de 20 anos, tem a confiança da direção embora ainda não tenha conseguido estrear pelo clube. A previsão é de que ele fique à disposição do técnico Renato Portaluppi apenas no próximo mês.

Já Miller Bolaños e Gastón Fernández, ambos com lesões musculares na coxa, têm situação mais simples que Beto da Silva. Embora o Grêmio evite dar prazo para retorno, os dois podem ficar à disposição de Renato já para o jogo contra o Zamora pela Libertadores, no próximo dia 25.



Veja também