Maicon compra leite para mulher que pedia ajuda, e imagem viraliza nas redes sociais

Capitão gremista foi flagrado por um internauta ao fazer boa ação em posto de combustível

27 de fevereiro de 2019 - Às 17:54
Instagram / Reprodução

Referência e capitão do Grêmio, Maicon também dá exemplo com um gesto de solidariedade fora de campo. O volante foi flagrado por um internauta ao comprar três caixas de leite para uma mulher, em uma loja de conveniência de um posto de combustível de Porto Alegre, na última terça-feira.

Mesmo sem ser gremista, Guilherme Kury registrou o episódio e publicou uma imagem do gesto em seu perfil na rede social. O registro logo viralizou com elogios à atitude de Maicon.

Na publicação, Kury revela que se surpreendeu ao perceber que o volante estava no local. Diz ainda que se emocionou com o gesto do capitão gremista.

– Não sou gremista, mas hoje consegui perceber que o futebol gaúcho segue respirando, não só dentro de campo mas fora também. Estava abastecendo o carro no posto e na hora de ir pagar dentro da loja me deparo com um homem comprando quatro caixas de leite para uma senhora visivelmente humilde, quando consigo ver o rosto dele não é ninguém menos que Maicon, capitão do Grêmio, fico emocionado com a atitude mas não digo nada, pensando que ele gostaria que fosse um momento dele, sem câmeras, sem mídia, sem nada, apenas retribuindo um pouco o que Deus fez por ele. Emocionante – escreveu o internauta.

O próprio Maicon fez questão de responder ao internauta. Em um comentário, afirmou que foi abordado pela mulher ao chegar ao posto, com o pedido para comprar duas mamadeiras para os filhos dela. O volante adquiriu e a presenteou com três caixas de leite.

– Quando cheguei no posto, essa senhora me perguntou se eu poderia comprar duas mamadeiras para os filhos dela, pois ela já estava tentando há muito tempo comprar. Enfim, não vi que você (Kury) tirou a foto e tampouco quis dizer que sou o cara ou algo assim. E isso é pouca coisa do que podemos fazer para ajudar as pessoas. Queria eu poder ajudar todos que precisam, mas infelizmente não consigo, e ajudo dentro da medida do possível. Não fico me mostrando por isso, e sim faço de coração. Ajudo bastante gente e não preciso ficar falando que ajudo. Acho que as coisas têm de ser de coração, independente se ajuda com uma ou duas mamadeiras ou três caixas de leite, que foi o que comprei. Valeu por reconhecer e, quem sabe assim, outras pessoas possam ajudar talvez quem precise mais que a gente. O mais importante não é o valor que você ajudou, e sim a boa vontade e fazer de coração, que isso não tem preço – respondeu o capitão.



Veja também