Maicon adotou o estilo “sincerão” após o empate por 1 a 1 com o Atlético-MG, na noite de quarta-feira, na Arena. Além de reconhecer que o Grêmio não tem apresentado bom desempenho nas últimas partidas, o volante se emocionou e por pouco não chorou ao falar sobre os problemas físicos que tem enfrentado na atual temporada.

Recuperado de uma lesão na panturrilha, o jogador de 35 anos vem retornado ao time aos poucos, sempre no segundo tempo. Foi assim contra o Palmeiras, quando entrou aos 34 minutos e participou diretamente do gol de empate de Diego Souza. E foi assim contra o Atlético-MG, quando entrou aos 13 minutos e melhorou a produção do time.

– Eu venho a cada dia tentando melhorar. Tem sido muito difícil para mim porque eu quero jogar e não consigo. Mas eu vou continuar trabalhando, que eu tenho muita coisa ainda para ajudar nossa equipe – disse Maicon na saída de campo.

Grêmio x Atlético-MG Arena Brasileirão Maicon — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Grêmio x Atlético-MG Arena Brasileirão Maicon — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Antes dessa sequência, Maicon não atuava desde 9 de dezembro, contra o Santos, no jogo de ida das quartas de final da Libertadores. Sua última partida completa com a camisa do Grêmio foi no dia 9 de fevereiro do ano passado, contra o Aimoré, pela fase de grupos do Gauchão.

Ainda sem a melhor condição, o volante é um dos mistérios do Grêmio para o Gre-Nal. Geromel, Matheus Henrique e Lucas Silva, que sentiu um problema contra o Atlético-MG, também são dúvidas.

O elenco tricolor se reapresenta nesta quinta-feira e inicia a preparação para o clássico de domingo, no Beira-Rio, pela 32ª rodada do Brasileirão. O Grêmio é o sexto colocado na tabela, com 51 pontos, oito atrás do rival, que assumiu a liderança ao golear o São Paulo na última rodada.



Veja também