Luxemburgo reclama da arbitragem por série de erros contra o Grêmio

15 de julho de 2012 - Às 23:04
Foto: UOL Esporte – EDITADA SANGUE AZUL
O Grêmio venceu o Cruzeiro por 3 a 1 na tarde deste domingo no Independência em Minas, mas o técnico Vanderlei Luxemburgo não deixou de falar e criticar a arbitragem na entrevista coletiva após a partida, dizendo que juíz da partida fez repetidas ameaças contra os jogadores e também contra ele:
“Há coisas que, com muito tempo de futebol, não consigo entender. Não sou poste. Não posso ficar de braços cruzados e não falar nada durante o jogo. O árbitro foi ameaçador. Ele dizia: ‘vou te expulsar, vou te expulsar’ e eu não havia o ofendido, só dito que foi falta. E o lance do Werley? Um absurdo. Nem falta foi. O primeiro amarelo já foi um erro. Ele ameaçou o Gilberto Silva no jogo, o Kleber, a mim, o Werley, tudo muito estranho. Aqui não é uma igreja, temos que falar”, lamentou Luxemburgo.
Para finalizar, Luxemburgo relembrou outros jogos que os árbitros atrapalharam o Tricolor:
“O Paulo Cesar Oliveira também foi assim no Olímpico. Contra o Vasco teve erro, contra o Santos três lances. Então hoje me preocupei por tudo isso. Tem alguma coisa acontecendo, não sei o que é. Estou indo para casa preocupado pela atitude do árbitro. Não fiz nada, a não ser que tenhamos trocado o campo por uma igreja”, finalizou.

Realmente é uma vergonha esta arbitragem brasileira. Não somente em jogos do Grêmio, mas são lances e decisões tão sem precisão, sem critério, que tira qualquer um do sério.



Veja também