Estreia de luxo. Luis Suárez vestiu a camisa do Grêmio e entregou tudo, e mais do que o torcedor imaginava. Nesta terça-feira, na Arena, o camisa 9 marcou três gols, dois deles golaços, e foi peça fundamental na conquista da Recopa Gaúcha, na vitória sobre o São Luiz.

A reportagem tentou fazer uma marcação cerrada sobre o craque. Antes da bola rolar, estava ali cercando e viu, na chegada ao palco do jogo, Suárez acompanhado do seu tradicional mate. O astro uruguaio passou pela zona mista sem conceder entrevistas, mas abriu um sorriso em forma de cumprimento a todos.

Dentro de campo, no primeiro toque na bola já levou perigo. O camisa 9 deixou ela escapar após cobrança de falta. Muito competitivo, reclamou consigo mesmo. Um minuto depois, ele não perdoou. Luis Suárez recebeu passe de Ferreira, girou o corpo e encobriu o goleiro do São Luiz para abrir o placar. Um belo cartão de visitas do centroavante uruguaio.

De longe, o centroavante viu o empate do São Luiz, em finalização de Paulinho Santos. Logo depois, estava lá na frente para buscar a vitória. Participou indiretamente do gol marcado por Bitello. Na movimentação, abriu o espaço para o camisa 39 invadir a área e bater cruzado para marcar um bonito gol.

Com boa movimentação e livre para achar seus espaços no esquema de Renato Portaluppi, Suárez buscou bastante as jogadas ofensivas. A cada toque na bola, era visível a qualidade diferenciada do novo camisa 9 gremista. Em um dos contragolpes que foi acionado, “El Pistolero” não conseguiu dar seguimento à jogada e pediu desculpas aos companheiros.

O segundo gol de Suárez aconteceu aos 30 do primeiro tempo. O camisa 9 recebeu de Ferreira, esperou o goleiro cair e só teve o trabalho de empurrar a bola no canto direito. O hat-trick veio sete minutos depois. E mais um belo gol. O camisa 9 pegou de primeira, num dos seus movimentos clássicos, e mandou no ângulo direito do goleiro Gabriel Félix.

O homem estava imparável. Minutos depois, o camisa 9 driblou o goleiro com uma finta de corpo e finalizou na rede pelo lado de fora. Quase marcou o quarto gol logo na primeira partida vestindo azul, preto e branco.

Mesmo um pouco cansado, Luis Suárez voltou para o segundo tempo. Na última grande participação, o camisa 9 teve a chance de deixar sua marca de novo. Após cobrança de lateral de Reinaldo, o centroavante tentou encobrir Gabriel Félix, que conseguiu dar um “tapinha” na bola para escanteio.

Aos 14 minutos, Renato Portaluppi optou pela entrada de Diego Souza no lugar de Suárez. Os mais de 49 mil torcedores levantaram para aplaudir o camisa 9. Uma estreia de encher os olhos. De encher de esperança o torcedor gremista por um ano muito melhor do que viveu em 2021 e 2022. “El Pistolero”, um centroavante de classe mundial.



Veja também