Dois meses depois da reabertura da janela de transferências, Lucas Leiva ainda não deslanchou no Grêmio. Referência no clube, alternou momentos como titular e reserva e reaparece na equipe após dois jogos no banco. O duelo com o Novorizontino, às 21h30 desta sexta-feira, no Jorge Ismael de Biasi, será o primeiro do volante entre os onze de Renato Portaluppi.

Sem Bitello, suspenso, Leiva deve ser o escolhido pelo treinador para iniciar a partida ao lado de Villansati. Thaciano entra no meio-campo na vaga de Campaz, machucado. O desafio é apresentar um rendimento melhor, tanto individual, como de encaixe.

Depois das primeiras atuações de Lucas, admitiu-se uma aceleração na entrada dele na equipe. O camisa 15 chegou a engatar seis jogos seguidos como titular. Atuou nas vitórias sobre Guarani e Operário e esteve na série de quatro partidas sem vencer, com derrotas para CRB, Ituano e Criciúma e no empate com o Cruzeiro.

O trabalho de Renato é costumeiramente elogiado, entre tantos motivos, pela recuperação de atletas em baixa. O Tricolor aposta no histórico do ídolo para que Lucas Leiva consiga reencontrar o bom futebol já a partir desta noite em Novo Horizonte.

– Temos um elenco muito suficiente para atender o que precisamos. Às vezes tem peças que não correspondem por falta de entrosamento. Acho que o mais importante no momento é aproveitar aquilo que o Renato faz de melhor, que é recuperar os jogadores. Eu falo em montão de gente. Vejo a recuperação do Lucas Silva, a consolidação do Lucas Leiva, a recuperação do Thiago Santos – afirmou o presidente Romildo Bolzan, além de citar outros nomes do grupo.

Lucas Leiva e Renato após a vitória contra o Vasco — Foto: Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio

Lucas Leiva e Renato após a vitória contra o Vasco — Foto: Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio

O grande reforço do Grêmio para 2022 só pôde ser utilizado após a reabertura da janela de transferências, no dia 18 de julho. A estreia ocorreu na vitória sobre a Ponte Preta, na Arena, quando ingressou na etapa final e atuou por 30 minutos.

O volante ganhou espaço no time após Bitello receber cartão vermelho contra a Chape. Dois minutos após a expulsão, ingressou na vaga de Campaz. A suspensão do garoto abriu espaço para Lucas emplacar seis jogos seguidos como titular de Roger, com duas vitórias, um empate e três derrotas.

A sequência negativa, que resultou na demissão do antigo treinador, também foi prejudicial para Leiva. A queda individual e coletiva resultou na saída do time depois do revés em Criciúma. Antes de deixar o comando, Roger havia preparado a equipe sem Lucas para o duelo contra o Vila Nova. Renato manteve a decisão do antecessor.

Lucas Leiva desde o retorno ao Grêmio

  • 10 jogos
  • 535 minutos
  • 1 cartão amarelo
Lucas Leiva em vitória do Grêmio sobre o Vasco — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Lucas Leiva em vitória do Grêmio sobre o Vasco — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Na hierarquia dos jogadores da posição, o camisa 15 está à frente dos contestados Lucas Silva e Thiago Santos, que podem reaparecer sob comando de Renato. A qualidade técnica, a capacidade de liderança e a experiência no velho continente credenciam Leiva a ser titular contra o Novorizontino.

Além disso, o ex-jogador do Liverpool se mostra mais versátil em relação aos outros volantes do elenco. Durante a carreira, atuou na primeira função de meio-campo, como segundo homem e até como zagueiro nos tempos de Inglaterra e Itália, quando defendeu as cores da Lazio.

Nos 10 jogos desde o retorno ao clube, atuou em diferentes funções. Na etapa inicial, contra a Raposa, por exemplo, esteve posicionado na linha dos zagueiros. Nesta sexta-feira, será parceiro de Villasanti e Thaciano no tripé. Apenas durante o jogo será possível identificar a dinâmica de meio-campo pensada por Renato.

A oportunidade reaparece para Leiva, coincidentemente, após nova suspensão de Bitello, desta vez pelos três amarelos. O garoto de 22 anos, um dos destaques do Grêmio na temporada, encara com naturalidade a sombra de Lucas e admite que a experiência do companheiro tem ajudado para o crescimento da sua carreira.

Ele (Lucas Leiva) me ajudou bastante. É um cara muito experiente. Um cara que está sempre antenado, passando as instruções. Dá instruções dentro de campo também. É um cara que tem me ajudado muito.

— Bitello ao ge

Renato chegou para garantir o acesso à elite do futebol brasileiro a 10 rodadas do fim da Série B. Em sua primeira amostragem de time, manteve as ideias de Roger, com dois volantes e um meia. Portaluppi aproveitou a semana de treinos para fazer ajustes pontuais na equipe.

Provável Grêmio: Brenno; Edilson, Geromel, Bruno Alves e Diogo Barbosa; Villasanti, Lucas Leiva e Thaciano; Biel, Guilherme e Diego Souza

Grêmio e Novorizontino se enfrentam às 21h30 desta sexta-feira. O Tricolor é terceiro colocado, com 50 pontos, seis à frente do quinto. Em caso de vitória, encerra a 30ª rodada na vice-liderança.



Veja também