Matheus Beck

Durante as férias, Luan foi um dos principais personagens do mercado de transferências em uma negociação com o Cruzeiro que por muito pouco não se concretizou. O camisa 7 falou sobre o episódio pela primeira vez nesta sexta-feira. Em entrevista coletiva antes do treino, no CT Luiz Carvalho, o jogador disse que não chegou a conversar com o clube mineiro e que estava focado em se recuperar de uma fascite plantar (inflamação na planta do pé direito).

Luan seria trocado por Thiago Neves, Murilo e Raniel com os mineiros. O negócio chegou a estar praticamente fechado, mas não foi para frente a pedido do próprio jogador. Luan, no entanto, disse que se manteve alheio a negociação durante todo o período de férias.

– Teve algumas especulações nas janelas anteriores, sempre optei pelo que seria melhor para mim. Várias vezes recusei para ficar no Grêmio, para poder conquistar títulos. Tinha esse desejo de não sair sem antes ter dado um título. Esse era o meu maior desejo. Sempre falei que sou muito feliz aqui no Grêmio. Se for para sair, tem que ser uma coisa muito boa para o meu futuro. Todo jogador pensa na parte financeira, porque a carreira é curta, mas penso também em estar feliz, sempre estive feliz aqui com a torcida. Sou muito grato a isso. Quando ao Cruzeiro, tem que perguntar para o presidente. Nas férias, não estava sabendo de nada. Se estavam falando, para mim não chegou nada. Só pensei em cuidar do meu pé para poder voltar bem na pré-temporada – declarou.

Luan em jogo-treino contra o Cruzeiro-RS — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Luan em jogo-treino contra o Cruzeiro-RS — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Finalmente livre de dores, Luan diz que está recuperado da inflamação na planta e não vê a hora de voltar a jogar. A última partida do meio-atacante com a camisa do Grêmio foi em outubro do ano passado, na derrota para o Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro.

– Estou querendo muito poder ter a alegria de jogar futebol e poder ajudar cada vez mais o Grêmio – afirmou o atacante. – Estou conseguindo treinar, estou sem dor. Faço o movimento repetitivo normal. Tive isso mais de dois anos, joguei assim, não foi fácil. Mas nunca coloquei a culpa no pé pra dar desculpa. Se estava em campo, a responsabilidade era minha. Sempre o intuito foi ajudar. O tempo que fiquei parado foi importante para recuperar. O único tratamento é ficar parado. Não conseguia, queria estar sempre jogando. Nos últimos meses, fiquei parado e consegui voltar bem – acrescentou.

A volta de Luan após a lesão pode ocorrer antes do previsto. O planejamento do Grêmio prevê a estreia dos titulares no Gauchão na quarta rodada, contra o São Luiz. Mas Renato Gaúcho pode antecipar a estreia dos titulares na partida de segunda-feira, contra o Juventude, na Arena. Nesta sexta, o Grêmio atualizou a lista de inscritos no Gauchão e incluiu seus principais jogadores.



Veja também