Foto: Giuliano Gomes/PR Press

Demorou, mas, enfim, Luan reencontrou o caminho das redes. Após 40 dias, o atacante conseguiu ser novamente decisivo para o Grêmio ao marcar o primeiro gol na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-PR no último domingo, na Arena da Baixada.

Fazia tempo que o camisa 7 não marcava. A última vez havia sido no dia 11 de abril, quando anotou dois na vitória por 3 a 2 sobre o Deportes Iquique, pela Libertadores. O duelo ficou marcado pela expressão “nana neném” usada por Renato para explicar a queda de rendimento do time, que chegou a aplicar 3 a 0 na primeira etapa.

A seca de Luan durou sete partidas, ou exatos 680 minutos, em jogos pelo Gauchão, Libertadores, Copa do Brasil até o duelo contra o Furacão na Arena. Mas nem por isso o atacante perdeu prestígio com o técnico. Seguiu como titular e novamente recebeu elogios de Renato.

– O Luan teve uma participação muito boa. Não só pelo gol, mas durante os 90 minutos. Esteve muito bem. Abriu espaço para os companheiros. Jogou mais uma vez muito bem. Passo tranquilidade pra ele – disse o técnico

Apesar do longo jejum, Luan segue como um dos principais goleadores do time na temporada. Soma sete, atrás apenas de Lucas Barrios (10) e Bolaños (oito). De quebra, ainda divide com Pedro Rocha o posto de principal “garçom”, com cinco assistências em 19 jogos pela equipe.

Os passos do atacante, aliás, são acompanhados de perto pelo mercado europeu. Campeão olímpico no ano passado, Luan é o jogador mais valorizado do grupo de Renato e também o mais cotado para uma possível venda. A imprensa inglesa noticiou recentemente que o Liverpool estaria disposto a retirá-lo da Arena. O Grêmio, porém, nega que tenha sido procurado.

Com proposta ou não, Luan segue como um dos pilares do Grêmio. Com o resultado, o time gaúcho chegou aos seis pontos e lidera o Brasileirão. Na próxima rodada, a equipe de Renato enfrenta o Sport. O confronto está marcado para o domingo, às 19h, na Ilha do Retiro, em Recife.

Antes, no entanto, volta a concentrar as forças na Libertadores. Na quinta, o time recebe o Zamora, na Arena, pela última rodada da fase de grupos do torneio continental. O Tricolor lidera o Grupo 8 com 10 pontos e precisa de apenas um empate para assegurar vaga às oitavas.



Veja também