Lincoln e Arthur se dizem prontos para substituir medalhões no Grêmio

Douglas machucado e Maicon suspenso abrem oportunidades para atletas

22 de fevereiro de 2017 - Às 12:12
Foto: Lucas Uebel / Grêmio

Para o confronto do próximo sábado, contra Cruzeiro-RS, pelo Campeonato Gaúcho, o Grêmio terá que lidar com a já conhecida baixa de Douglas , que ficará fora dos gramados por seis meses, e com a ausência de Maicon, suspenso. E é provável que a responsabilidade de substituir o meia e o volante titulares recaia sobre os jovens Lincoln e Arthur, que garantiram, em entrevista coletiva realizada nesta terça-feira, estarem prontos para atuar.

“A gente sabe que tem bastante campeonato, o professor Renato certamente vai utilizar todos, dar oportunidade, e sempre fala para estarmos preparados. Ele me deu uma chance e e pude ajudar a equipe o máximo possível, mas infelizmente não saímos com a vitória”, apontou Lincoln, que entrou no decorrer do empate do Tricolor contra o São José-RS.

Também tido como praticamente certo para aparecer entre os titulares neste final de semana, Arthur, que também participou do último compromisso gremista, entrando no fim do jogo, preferiu fazer mistério. Apesar de ter aparecido na coletiva desta manhã, logo depois de ter sido utilizado no treino de reapresentação do elenco , ele declarou que o técnico Renato Gaúcho ainda não definiu nada.

“A gente sempre se prepara bastante para quando a oportunidade surge, para que gente esteja preparado. Ele (Renato) não conversou diretamente comigo, que eu vou sair jogando, mas a gente se prepara para jogar”, afirmou o volante de 20 anos. “Durante o treino eu comecei como volante. Na metade do treinamento, eu comecei a atuar um pouco mais à frente. E isso é normal para mim”, completou.

Com a primeira oportunidade como titular batendo à porta, depois de ser promovido à esquadra profissional gremista, Arthur tem uma grande missão pela frente: substituir Maicon, camisa 8, capitão e principal passador da equipe. Ele exaltou as qualidades do companheiro de posição, que cumprirá suspensão automática neste sábado, mas mostrou personalidade ao falar das próprias características.

“Acredito que nenhum jogador é igual ao outro. Todos podem fazer o mesmo papel, mas cada um dentre as sua qualidades. O Maicon é uma referencia para mim, admiro muito ele. Inquestionável o futebol que ele tem apresentado, desde o ano passado, quando foi campeão da copa do Brasil. Mas eu vou ser o Arthur”, explicou.

Fonte: Terra



Veja também