Líder de passes no Grêmio, Matheus Henrique dá toque de qualidade ao time contra o Palmeiras

Volante lidera quesito no time e retorna após período com seleção olímpica. Meia se tornou uma das referências técnicas da equipe de Renato Gaúcho na atual temporada

24 de novembro de 2019 - Às 10:55
Foto: Fernando Torres/CBF

O Grêmio falhou no seu desejo de bater o próprio recorde de vitórias nos pontos corridos do Brasileirão ao perder mais uma vez para o Flamengo, na última rodada. Em uma das justificativas, o técnico Renato Gaúcho lamentou a ausência de Matheus Henrique, convocado para torneio amistoso com a seleção olímpica. Agora, o volante está de volta para o duelo contra o Palmeiras, às 16h neste domingo, na Arena Palmeiras.

TV Globo transmite a partida para os estados de SP, RS, SC, RJ, ES, TO, MS, MT, SE, AL, PE, DF, PB, RM, CE, PI, MA, PA, AM, RO, AC, RR e AP, com Cleber Machado e Caio Ribeiro. O Premiere transmite para todo o Brasil, com Odinei Ribeiro e Alexandre Lozetti.

Matheus Henrique disputou o Torneio de Tenerife pela equipe sub-23, na Espanha, dos últimos dias 11 a 19. Foi desfalque justamente no reencontro com o Flamengo após a eliminação na Libertadores.

“O Matheusinho faz muita falta para a gente. É um jogador que se assemelha ao Maicon. São dois jogadores que têm uma qualidade muito grande na saída de bola” (Renato Gaúcho, após a derrota para o Flamengo)

O desempenho da equipe sem Matheus Henrique pouco muda em termos estatísticos. Desde que virou titular contra o Rosario Central, pela Libertadores, no mês de abril, ele atuou em 32 jogos, com 59% de aproveitamento.

Sem o volante, o Tricolor perde 2% do rendimento. Porém, é o toque de qualidade com a bola no pé que fez Renato lamentar sua ausência na derrota para o Flamengo.

Desempenho do Grêmio desde que MH virou titular

Com MatheusSem Matheus
Jogos3214
Vitórias169
Empates94
Derrotas75
Aproveitamento59%57%

Fonte: GloboEsporte.com

A peça que faltava para o time de Renato agora volta ao time como o líder de passes certos do Tricolor na competição. De acordo com o centro de estatísticas da TV Globo, o jovem acertou 776 fundamentos em 17 jogos.

Os volantes Michel e Maicon aparecem logo em seguida no ranking de passadores do time. É o capitão, no entanto, quem lidera o quesito se for levar em conta a média (veja abaixo).

Os “passadores” do Grêmio no Brasileirão

  • Matheus Henrique – 812, em 17 jogos (média de 47,76 por jogo)
  • Maicon – 704, em 13 jogos (média de 54,15)
  • Michel –Grêmio, 700 em 18 jogos (média de 38,89)
  • Léo Moura – 614, em 17 jogos (média de 36,12)

Se lá em 2018 o jovem já dava retoques de qualidade no meio campo tricolor em suas primeiras aparições, a atual temporada está sendo seu auge. Pelo Grêmio, são 43 jogos no ano e um gol marcado. Parte do que fez o garoto ter uma das maiores conquistas da carreira: a chegada a seleção brasileira, muito por conta — é claro — do chefe Renato.

— Fico feliz. É um cara que me ajudou muito, me deu oportunidades. Falo para ele que cheguei na seleção principal e tem grande parte dele, porque ele que me colocou pra jogar. Não tem medo. Pode ter 18, 19 anos, se ele vê que o cara tem que jogar, coloca. Perguntou para mim: foi jogar ou passear? Falei que joguei os dois jogos — comentou o volante em coletiva.

O confronto diante do Palmeiras está marcado para às 16h de domingo, na Arena Palmeiras, 34ª rodada do Brasileirão. O Tricolor é quarto colocado, com 56 pontos. Como o Brasileirão se tornou G-5, com a conquista do Flamengo na Libertadores, o Tricolor ganha fôlego na disputa pela fase de grupos – está a seis do Inter, o sétimo colocado, e primeiro clube classificado para a primeira fase da competição.



Veja também