O clima de Libertadores está de volta pelas bandas da Arena. Na manhã desta terça-feira, o Grêmio viaja para Santiago, no Chile, onde encara a Universidad Católica, às 21h30 de quarta, no estádio San Carlos de Apoquindo. Todos os lesionados no grupo devem seguir fora.

A competição continental será retomada depois de seis meses. O último jogo do Grêmio ocorreu no dia 12 de março, o famigerado Gre-Nal das Américas que terminou sem gols e com quatro expulsos de cada lado.

— Não tem jogo fácil, seja Estadual, Brasileiro ou Libertadores. Dificuldades, a gente vai encontrar. Mas o Grêmio está preparado, sabe jogar esse tipo de jogo. Principalmente se tratando de Libertadores e jogando no Chile. Vamos desligar o Brasileiro e pensar na Libertadores — analisa o técnico Renato Portaluppi.

Desfalques

  • Os suspensos

Começamos por aí, então, a lista de problemas. Pepê até estava em recuperação de desconforto muscular na perna esquerda. Mas já estaria suspenso pela expulsão no clássico. Assim, é desfalque no time de Renato Portaluppi.

O outro suspenso é Paulo Miranda, um dos personagens da briga. Pegou punição de quatro jogos e está fora de toda a fase de grupos.

Além de suspenso, Pepê tem problemas físicos — Foto: Lucas Bubols/ge

Além de suspenso, Pepê tem problemas físicos — Foto: Lucas Bubols/ge

  • Problemas físicos

O Grêmio não deve ter nenhum retorno dos jogadores ausentes no empate com o Fortaleza, no domingo, pelo Brasileirão. E deve perder Maicon, que sentiu dores na coxa direita no jogo.

Além do volante, Victor Ferraz, Kannemann e Jean Pyerre já estavam fora com problemas musculares, e assim seguem para a retomada da Libertadores.

A lista de machucados do Grêmio se completa com Patrick, que levou uma pancada no pé esquerdo, Guilherme Guedes, ainda em recuperação de lesão muscular, e Leonardo, que passou por cirurgia durante a quarentena.

Maicon e Jean Pyerre devem ficar fora nesta quarta — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Maicon e Jean Pyerre devem ficar fora nesta quarta — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

E quem joga?

O provável time do Grêmio é muito parecido com o escalado no último fim de semana. David Braz já atuou nas rodadas inicias da Libertadores e assumiu recentemente a vaga de Kannemann. No meio, Darlan ganhou a posição, mas não se pode descartar a volta de Lucas Silva para dar mais força na marcação.

Outra possibilidade, embora mais remota, é a presença de Robinho no meio-campo na vaga de Isaque. O jovem meia não foi bem no empate com o Fortaleza e foi sacado no intervalo. Na ocasião, deu lugar a Luiz Fernando, outro que começa a se candidatar por vaga a partir das últimas chances.

Provável Grêmio contra Universidad Católica — Foto: Arte / ge

Provável Grêmio contra Universidad Católica — Foto: Arte / ge

O último time

Em relação ao time utilizado no Gre-Nal, são cinco trocas na nominata. Renato escalou, na Arena, sua equipe com: Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, David Braz e Caio Henrique; Lucas Silva, Matheus Henrique e Maicon; Alisson, Everton Cebolinha e Diego Souza.

Os seis nomes marcados em negrito são aqueles repetidos para o jogo desta quarta. Everton foi negociado com o Benfica, enquanto Caio Henrique voltou para o Atlético de Madrid e depois vendido ao Monaco, da França.

O Grêmio tem quatro pontos ganhos na Libertadores e está na segunda colocação Grupo E, abaixo do Inter, que ganha no saldo de gols. O América de Cali tem três, enquanto a Católica é a lanterna, ainda sem pontuar.



Veja também