Kannemann quer Grêmio “sólido” para não cometer erros: “Fundamental”

Zagueiro prega atenção à velocidade do Zamora na estreia do Tricolor na Libertadores

9 de março de 2017 - Às 06:25
Foto: Reprodução

O Grêmio está a menos de 24 horas da estreia na Libertadores 2017. A jornada tricolor começa às 19h30 de quinta-feira, em Barinas, na Venezuela, contra o Zamora. Apesar de desconhecido, o rival denota atenção da equipe de Renato Portaluppi. Para o zagueiro Kannemann, que não terá Geromel ao seu lado, é preciso uma atuação “sólida” para que não haja erros. Para sair com a vitória, aposta no aproveitamento das chances criadas.

Segundo o defensor, os indicativos mostram que o Zamora se destaca pela velocidade. Assim, a postura gremista será de anular o adversário, no começo, para depois avançar e tentar os gols. A intenção gaúcha não passa pelo empate, mas por uma vitória.

– Queremos fazer um bom jogo amanhã (quarta), viemos para tentar ganhar. Vai ser um jogo difícil, eles têm uma equipe rápida. Vamos tratar de tomar as precauções para não sofrer e fazer algum gol. Não cometer erros é fundamental, ser uma equipe sólida, que funcione bem. Depois, tratar que as coisas aconteçam – comentou Kannemann em entrevista coletiva em Barinas.

O primeiro jogo do Grêmio na Libertadores será recheado de desfalques. Titulares em 2016 como Edílson, Geromel, Maicon e Douglas estão fora da partida. O companheiro de zaga do argentino deve ser o jovem Rafael Thyere, de 23 anos. Para o gringo, não há motivos para preocupação pela ausência de Geromel.

– Ainda ninguém falou qual vai ser o time titular, mas se ele (Thyere) jogar, tem muitas condições. Todo jogador tem confiança do time, esperamos que os 11 que joguem amanhã façam uma boa partida. Tivemos um começo de ano com um pouco de azar (lesões), mas são coisas que acontecem. Temos muitos jogadores que jogam bem e têm ansiedade em demonstrar que estão à altura. Continuamos jogando do mesmo jeito. Esperamos fazer uma boa Copa – completou.



Veja também