Kannemann preocupa e fará tratamento para dores no ombro durante voo

Médico do Grêmio praticamente descartou presença de Maicon para não agravar lesão

7 de março de 2017 - Às 06:14
Foto: Ricardo Duarte/Inter/Divulgação CP

A semana não começou ideal para o zagueiro Kannemann. Além do assalto que sofreu, ele tem dores no ombro e preocupa para a partida contra o Zamora, quinta-feira na Venezuela. De acordo com o médico do Grêmio, Paulo Rabaldo, o argentino viajará com a delegação e fará tratamento no avião, mas terá de ser avaliado até a hora do jogo.

“Foi essa questão da pancada na região do ombro, mas ele vai viajar”, enfatizou Rabaldo. Ele praticamente descartou que o capitão Maicon integre a delegação também. “Vamos ter que reavalia-lo pela manhã desta terça para conversar e definir sobre a viagem”, explicou.

Rabaldo salientou que, numa partida decisiva, existiria a possibilidade de integrar o atleta, mas para um começo de competição acha arriscado. “Uma semana de tratamento pode virar um mês se piorar a lesão. É grau 1, mas pode virar dois ou três.”

Outro que aguarda recuperação por lesão muscular é o atacante peruano Beto da Silva. “O caso dele é grau três e ainda terá dez dia de tratamento antes de trabalhar com bola”, projetou Rabaldo.



Veja também