O Grêmio começou a dar tons de mistério para o Gre-Nal do próximo sábado, às 16h30, no Beira-Rio, válido pela semifinal do primeiro turno do Gauchão. O técnico Renato Gaúcho fechou a primeira parte do trabalho desta quarta-feira, no CT Luiz Carvalho. Mas quando os portões foram abertos para a imprensa, Kannemann não estava no gramado. Ao contrário dos jogadores que voltaram da seleção olímpica.

O argentino está afastado há quase duas semanas por conta de edema ósseo no primeiro dedo do pé esquerdo. Desde o jogo com o São José, dia 30 de janeiro, o defensor não faz atividade com bola. O argentino é dúvida, mas só restam mais dois dias trabalhos antes do clássico.

A provável escalação tem: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Paulo Miranda e Cortez; Maicon, Matheus Henrique, Alisson, Luciano e Everton; Diego Souza.

Renato teve quase uma hora e meia de atividade com portões fechados. Quando o acesso foi liberado, os jogadores realizavam uma atividade técnica em campo reduzido, sem a indicação de formação do time para sábado.

No gramado, pela primeira vez, estavam os quatro jogadores da seleção olímpica, entre eles o lateral-esquerdo Caio Henrique. O reforço será apresentado nesta quarta-feira e fica à disposição para o clássico, embora deva permanecer como alternativa no banco de reservas.

O meia Jean Pyerre também não esteve no campo e segue sua rotina de recuperação de lesão muscular na coxa direita. Já são quase cinco meses fora de ação para o meio-campista. O meia Thaciano também segue fora das atividades.

O Tricolor ainda treina na tarde de quinta e sexta antes do Gre-Nal de sábado. O clássico será disputado às 16h30, no Beira-Rio. Quem vencer, enfrenta Caxias ou Ypiranga na final do primeiro turno. Empate leva a decisão para os pênaltis.



Veja também