Jonas não é mais jogador do Grêmio!

24 de janeiro de 2011 - Às 17:27
O Valência, da Espanha, pagou a multa rescisória no valor de 1 milhão e 250 mil Euros e tirou Jonas do Grêmio
Confira o que disse Antônio Vicente Martins, em entrevista coletiva feita com urgência no Olímpico!
“Tenho um sentimento de frustração como torcedor e apreensão como dirigente. O Grêmio precisa aprender em tudo isso. Não é uma crítica, mas uma constatação que temos que fazer. Não tenho dúvida que o Grêmio precisa focar estes aspectos”, disse o vice de futebol do Grêmio, Antônio Vicente
“Lamentavelmente o jogador Jonas nos informou ontem à noite que está saindo do Grêmio e acertando uma transferência para o futebol espanhol. Entendemos que tínhamos que fazer essa comunicação formal. O Jonas passou por um processo de renovação no ano passado, em março onde acertou com o Grêmio ainda na gestão anterior, um reajuste salarial e um reajuste nos valores de direito de imagem e o pagamento de luvas em favor do atleta. Essa renovação determinou que o contrato fosse até dezembro de 2011, havia, portanto, uma extensão no contrato anterior. Em troca desta extensão houve uma alteração no valor da cláusula rescisória, o novo valor foi algo extremamente baixo para o mercado brasileiro e absurdamente baixo para o internacional. Tivemos conhecimento deste valor quando tomamos posse, começamos a tentar negociar com os representantes do jogador, mesmo longe da data limite, e tentamos mais de dois meses criar alternativas. O Grêmio e o jogador chegaram a entrar em um princípio de acordo, mas não aconteceu”, disse Antônio Vicente Martins, vice de futebol gremista.
No último jogo, Jonas brigou com a torcida

Em 147 jogos pelo Grêmio, Jonas marcou 78 gols. Sempre foi ídolo da torcida por fazer golaços e marcar vários gols, mas se envolveu em três grandes polêmicas: A primeira ocorreu quando se sentiu desvalorizado pela direção no ano passado, reclamou publicamente e acabou renovando seu contrato. A segunda foi uma briga com o zagueiro Rodrigo – hoje no Internacional – depois de uma partida do Campeonato Brasileiro, e a última ocorrida na partida contra o São José, com vaias e bate-boca com a torcida.

Sobre a decisão da saída:
“Ele optou por um desafio profissional, tentamos tudo, mas o clube se manteve irredutível e acabou a negociação”, disse Vicente. “Não é uma crítica à gestão anterior, mas ao contrato. Temos que aprender. O Jonas teve um desempenho muito bom nos anos anteriores, mas não foi uma renovação que nós fizemos. Sei que vou ser criticado, mas o novo contrato não foi feito por mim”, explicou o dirigente.
Ficam no elenco do Grêmio para o ataque: Borges, André Lima, Lins, Diego Clementino, Júnior Viçosa e Wesley.
Espero mesmo que Jonas se de muito bem na Europa. Apesar das intrigas que teve no Grêmio, sempre ajudou muito esta equipe, e espero que um dia ele retorne.


>>> última notícia: Paulo Odone ofereceu R$ 600.000,00 mensais ao jogador, mas ele recusou.



Veja também