Jogadores revelam tristeza pela saída de Tardelli, mas pregam foco no trabalho

Cortez volta a trabalhar com o grupo e Geromel segue com trabalhos especiais na sala de musculação

16 de janeiro de 2020 - Às 16:46
Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação / CP memória

Os zagueiros Paulo Miranda e David Braz foram os escolhidos pelo Grêmio para concederem as entrevistas coletivas da manhã desta quinta-feira no CT presidente Luiz Carvalho e lamentaram as saídas dos últimos dias do clube. Os defensores admitiram tristeza pela rescisão de contrato com Diego Tardelli, mas pregaram o foco na união do grupo e nas competições que começam no domingo.

“Ficamos tristes, mas temos que conversar. É seguir e não deixar bater (a tristeza). Estamos bastante unidos, independente de qualquer situação. Agora é trabalhar, que a caminhada é longa nesta temporada”, afirmou Miranda.

David Braz lembrou que saídas e contratações são um assunto que são exclusivos da direção e da comissão técnica. “Procuramos ajudar no trabalho do dia a dia. A gente torce para ele ser feliz onde for. Faz parte. Não adianta ficar aqui comentando as perdas importantes que estamos tendo, como essa do Tardelli. Precisamos levantar a moral do elenco e dos jogadores que podem ganhar um espaço com essas saídas”, declarou o zagueiro.

Os dois também lamentaram as dispensas de funcionários da comissão técnica e de apoio do departamento de futebol. “A gente fica triste pelas pessoas, que são bons profissionais, que tinham tempo de casa e conquistaram títulos no clube, mas faz parte do futebol”, afirmou David Braz.

Paulo Miranda garantiu que o clima no vestiário continua o mesmo, principalmente, pelo apoio que todos estão recebendo dos companheiros mais experientes. “Eles sabem como lidar com este tipo de situação. Não será só no Grêmio que teremos mudanças, elas irão acontecer em todos os times do Brasil. Todos os jogadores estão cientes disso e cabe assimilar e focar no trabalho, pois a caminhada é longa”, revelou o defensor.

Cortez volta aos treinos e Geromel segue realizando trabalhos especiais

Com o retorno de Cortez aos treinamentos, após dois dias apenas correndo, o auxiliar técnico Alexandre Mendes comandou treinos de finalizações e um coletivo em campo reduzido. Inicialmente, o grupo exercitou troca de passes e arremates. Na sequência, os chutes passaram a ser de longa distância e também com cruzamentos para a área.

A atividade encerrou com um coletivo em campo reduzido, com Cortez atuando como coringa. O lateral auxiliava o time que estava com a bola. Pedro Geromel novamente realizou trabalhos na sala de musculação.



Veja também