Jogadores pregam “conter euforia”, mas comemoram espírito copeiro

Marcelo Grohe salientou Grêmio habilidoso "mas que dá porrada" quando precisa

24 de novembro de 2016 - Às 06:15
Foto: Mauro Schaefer
Foto: Mauro Schaefer

O Grêmio copeiro mostrou todos os seus recursos na primeira partida da final da Copa do Brasil. Os jogadores vibraram muito pela raça na vitória sobre o Atlético-MG, mas também pregaram “conter a euforia” para o jogo de volta na Arena.

“Pé no chão”, enfatizou o zagueiro Fred. “Foi só um passo e o Atlético tem uma grande equipe”, avaliou. Marcelo Grohe completou: “Precisa conter a euforia. Foi uma vitória muito importante, mas precisa outros 90 minutos para concretizar o sonho”.

“Temos que fazer o que a gente sempre fez. A euforia é do torcedor, a gente vive um momento bom”, declarou o capitão do time, em entrevista ao SporTV. “É levar a vantagem pra casa e fazer um grande jogo para conquistar nosso objetivo. É jogo de time grande, dois times que sabem jogar. Tomara que a gente continue assim”.

Maicon exaltou a campanha gremista até a final, destacando o bom desempenho da equipe em Belo Horizonte. “Não caímos nesta final de paraquedas. Ganhamos de grandes times. Muitos não acreditavam na gente, mas hoje enfrentamos um grande adversário e fizemos um grande jogo”, comemorou.

O goleiro vibrou, entretanto, com a competitividade dos seus companheiros. “Eu acho que o Grêmio e os jogadores estão devolvendo esse espírito ao clube, que levou a tantas conquistas”, afirmou. “Os jogadores sempre se entregaram e correram os 90 minutos. Até deram porrada. Claro que sem maldade, mas competindo”, definiu.

Fonte: Correio do Povo



Veja também