Jogadores evitam euforia e pedem regularidade até o final da competição

Tricolor assumiu a ponta após vitória sobre o Coxa e Bressan pediu regularidade até o final da competição

30 de maio de 2016 - Às 12:11
Foto: Lucas Uebel
Foto: Lucas Uebel

Após a 4ª rodada do Brasileirão, o Grêmio finalmente chegou a liderança. Após um início de ano conturbado, com várias eliminações, a equipe parece ter encontrado o caminho certo. O zagueiro Bressan destacou a necessidade de manter a regularidade para conquistar o título:

“Nossa equipe é muito fechada. Com todas essas desclassificações a gente conseguiu manter a cabeça e erguida e tudo isso têm que ser página virada. A oscilação é difícil de não acontecer, temos que buscar melhorar a cada jogo para que os resultados cheguem. Precisamos manter essa regularidade para no final disputar pelo título.

O lateral Edílson, que tem se destacado desde que chegou ao clube, e lembrou que ainda é muito cedo para euforia, há um campeonato todo pela frente:

“Estamos apenas na quarta rodada. Tem muito campeonato pela frente. Somos um grupo muito novo, é normal que a gente oscile durante a competição. Temos que buscar crescer sempre mais, tentar virar o turno entre os três primeiros colocados para depois arrancar. É muito cedo para euforia”, disse. “Temos frisado que se não lervarmos gols, fica mais fácil de ir na frente e marcar. Ficamos felizes com essa consciência tática que todos estamos tendo”, completou o lateral.

O Grêmio volta a campo na quinta-feira, às 21h quando enfrenta o Palmeiras no Pacaembu.



Veja também