Jean Pyerre terá apoio de comitê multidisciplinar no Grêmio para resolver problemas físicos

24 de outubro de 2020 - Às 11:30

Definitivamente, o ano de 2020 não tem sido positivo para Jean Pyerre no Grêmio. Os problemas físicos que se arrastam desde a última temporada impedem a evolução do jogador de 22 anos, que atuou apenas duas vezes nos últimos 15 jogos da equipe.

Jean sofreu uma lesão muscular na coxa direita no dia 3 de setembro, na derrota para o Sport. Recuperado, voltaria para o Gre-Nal pela Libertadores, 20 dias depois. Mas testou positivo para Covid-19 e foi afastado.

Desde então, ficou fora do jogo contra o Santos, assistiu do banco de reservas à vitória sobre o Botafogo e voltou a campo no empate contra o São Paulo, no último sábado. Atuou por 18 minutos, tempo suficiente para que apresentasse mais um desconforto muscular.

A partir de uma análise de comissão técnica, departamento médico e fisiologia, decidiu-se que o jovem passará por um período de reforço muscular nas próximas duas semanas. Segundo o vice de futebol Paulo Luz, há uma espécie de comitê interno para deixar Jean 100% fisicamente.

— Jean é um diamante do clube, realmente um extraclasse. Está passando por algumas dificuldades. As nossas áreas, quase um comitê multidisciplinar, preparação, fisioterapia, fisiologia, estão trabalhando para buscar a melhor solução e recolocar, com segurança, o atleta em condições de disponibilidade para a comissão técnica — disse o dirigente em entrevista coletiva na sexta-feira.

Se Jean cumprir o prazo de recuperação divulgado pelo clube, ficará à disposição para o jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Juventude, no Alfredo Jaconi, em 5 de novembro.



Veja também