Um dos maiores ídolos do meia Jean Pyerre, do Grêmio, é Ronaldinho Gaúcho. O “Bruxo” inclusive está tatuado na pele do jogador. Na vitória por 1 a 0 no Gre-Nal, o meia gremista voltou a balançar a rede após mais de 300 dias e repetiu um lance que lembrou R10 com a camisa tricolor.

Explica-se. Na cobrança de falta, Jean Pyerre contou com o desvio na barreira para tirar qualquer chance de defesa de Marcelo Lomba. Em 2000, o Grêmio também venceu o Inter por 1 a 0, com gol de falta de Ronaldinho de maneira semelhante.

Os chutes saíram de lados opostos. Jean fez a cobrança da meia direita, enquanto Ronaldinho bateu mais para o lado esquerdo da área. Nos dois lances, no entanto, a bola muda a trajetória e deixa os goleiros parados na linha do gol.

Jean Pyerre não marcava desde o dia 15 de setembro do ano passado, na vitória sobre o Goiás no Brasileirão. Cinco dias depois, sofreu lesão muscular e só voltou em março deste ano. Eram 311 dias sem balançar as redes — claro que aí somados o tempo de paralisação por conta da pandemia e 30 dias de férias.

O técnico Renato Gaúcho, depois do jogo, elogiou o meia, titular pela primeira vez em 2020. Mas também deixou claro que ainda faz cobranças a Jean Pyerre para estar mais perto do gol. Chegou a compará-lo a Luan, hoje no Corinthians.

— Jean Pyerre é muito talentoso. Tem uma qualidade muito grande com a bola nos pés. É um pouco parecido com o Luan. O que cobrava do Luan, cobro dele também. É para o bem dele. Tem procurado fazer o que peço. Participar mais da partida sem a bola, tem um chute muito bom, por isso quero que se aproxime da área. Em breve, se não estiver na seleção, vai estar em um clube europeu — comentou Renato.

Tatuagem de Jean Pyerre, do Grêmio, em homenagem a Ronaldinho Gaúcho — Foto: Reprodução

Tatuagem de Jean Pyerre, do Grêmio, em homenagem a Ronaldinho Gaúcho — Foto: Reprodução



Veja também