Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

A titularidade na vitória sobre o Juventude significa uma nova chance para o meia Jean Pyerre no Grêmio. Ao menos essa é a indicação a partir dos últimos dois jogos do clube gaúcho. Resta ao meio-campista evitar um histórico que se repetiu com os três últimos técnicos do Tricolor.

Vagner Mancini escolheu pela manutenção do meia entre os titulares. Na derrota para o Fortaleza, o auxiliar Thiago Gomes havia dado a titularidade para Jean Pyerre após dois meses sem uma partida iniciada e sete jogos de presença no banco, mas sem pisar no gramado.

O desafio agora do treinador é elevar o nível do meia, que participou da jogada de dois dos três gols do Grêmio na vitória sobre o Juventude. Mancini elogiou a qualidade técnica de Jean Pyerre, mas também citou que é necessário acelerar mais o jogo em momentos específicos.

– Já tive (conversas) com ele e outros atletas. Tenho que tentar melhorar os atletas. Você vence a partida porque constrói a vitória, mas tenho que melhorar o jogador. Vejo o Jean com uma técnica acima da média, só tem que acelerar mais o jogo – disse o treinador.

Jean Pyerre teve fases de altos e baixos com todos os técnicos que passaram pelo clube. Foi comandado por Renato Portaluppi, Tiago Nunes e recentemente Felipão. Começou a caminhada dos últimos dois técnicos como titular, mas acabou perdendo a vaga ao ver o desempenho cair.

Com Renato, assumiu a titularidade durante a má fase de Luan e ficou um período como o dono da posição. No entanto, o treinador repetidamente buscava reforços para a função, até porque Jean teve um longo período machucado. E não tinha no jovem um jogador de sua confiança justamente pela irregularidade.

A atual cobrança é por ser mais dinâmico e acelerar mais o jogo. Felipão, no início do seu trabalho no Grêmio, havia prometido dar uma cara mais “aguerrida” ao meia, enquanto Renato constantemente citava a necessidade de Jean atuar mais próximo da área e também ser mais participativo sem a bola.

– Cadenciar o jogo vencendo a partida é correto, mas quando o adversário avança, tem que acelerar a partida. Você tem que treinar o atleta para que possa desenvolver. Não adianta eu pedir um time de transição se treino posse de bola. O jogo é a resposta do que é feito durante a semana – completou Mancini.

A tendência é que Jean Pyerre siga entre os titulares contra o Atlético-GO, nesta segunda-feira, em Goiânia. Com a vitória diante do Juventude, o Grêmio chegou a 26 pontos, mas segue na vice-lanterna. O time poderá sair do Z-4 se vencer o Dragão na próxima rodada e contar com resultados paralelos.



Veja também