A goleada do Grêmio sobre o lanterna Botafogo passou diretamente pelos pés de Jean Pyerre. O camisa 10 vive a fase mais goleadora da carreira profissional e aumentou a participação nos gols do clube gaúcho nos últimos cinco jogos.

Nesse período, são cinco participações, com três gols marcados e duas assistências em 12 feitos pelo time — logo depois vem Diego Souza, com quatro. O gol de falta no Nilton Santos nasceu no treino anterior, em 20 cobranças.

Jean Pyerre balançou a rede pela oitava vez na temporada 2020. Em 2019, foram seis. A explicação está conectada ao posicionamento. Desde o empate em 3 a 3 com o Santos, é possível observar o meia mais próximo da área adversária.

Com um toque, consegue deixar companheiros em condições de marcar. Foi assim no empate com o Peixe, foi assim novamente contra o Botafogo. No Rio, ainda cabeceou, algo raro, e finalizou com perigo. Tudo devidamente cumprido conforme “cartilha” do técnico Renato Portaluppi.

Jean Pyerre comemora gol do Grêmio sobre o Botafogo — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Jean Pyerre comemora gol do Grêmio sobre o Botafogo — Foto: Lucas Uebel/GrêmioÉ a coisa que mais cobro do Jean. Foi muito bem porque pisou na área, chutou, cabeceou, fez gol. Se cobro diariamente, é porque tem a capacidade de fazer.— Renato Portaluppi

— Ele (Jean) é importante, um jogador jovem. Pela minha experiência, eu passo para ele, procuro colocá-lo da melhor maneira em campo. É meu trabalho, são as cobranças que eu insisto com o Jean, até porque sabemos da criatividade e da inteligência dele. Não vou cobrar de quem não tenha condições de dar em troca. Acham que pego no pé do Jean. É porque tem condições de fazer mais — destaca o treinador.

Grêmio lidera em gols de falta graças a Jean

O gol de falta também não saiu por acaso. Por duas razões: primeiro, porque Jean Pyerre trabalhou no domingo, no treino pré-jogo, 20 cobranças, metade de cada lado da grande área. Um pedido de Renato Portaluppi, já que não são em todos os treinamentos de véspera de partida que a prática ocorre.

Jean chegou ao terceiro gol de falta no ano pelo Grêmio, maior número desde Edílson em 2017. O camisa 10 também lidera o número de gols no fundamento no Brasileirão 2020, com dois, ao lado de Marinho, do Santos.

O Tricolor é o líder em gols neste tipo de jogada na Série A. Além dos dois de Jean Pyerre, Diego Souza tem um gol de falta. O Santos também soma três bolas na rede a partir de chutes diretos.

Os gols de falta no Brasileirão

  • 14/11/20 – Grêmio 4 x 2 Ceará – 21ª rodada – Jean Pyerre
  • 28/01/21 – Grêmio 2 x 4 Flamengo – 23ª rodada – Diego Souza
  • 08/02/21 – Botafogo 2 x 5 Grêmio – 35ª rodada – Jean Pyerre
Jean Pyerre comemora o gol de falta contra o Ceará — Foto: Eduardo Moura

Jean Pyerre comemora o gol de falta contra o Ceará — Foto: Eduardo Moura

Conforme dados do Espião Estatístico do ge, o Grêmio também é o clube que mais gols de falta marcou no Brasileiro desde 2010, com 26.

Aliás, Jean chegou ao quinto gol de falta. Desde 2015, segundo o Espião Estatístico, o meia só fica atrás de Luan, que fez seis.

Jean Pyerre, apesar do susto no final do jogo com o Botafogo ao cair de mau jeito, deve estar em campo contra o São Paulo, no domingo, pela 36ª rodada do Brasileirão. Ele tem 98 jogos com a camisa do Grêmio.



Veja também