Irreconhecível, Grêmio é derrotado pelo Corinthians

9 de setembro de 2012 - Às 01:52
Foto: Leandro Moraes

Pela 23ª Rodada, o Grêmio enfrentou o Corinthians no Pacaembu e acabou perdendo a invencibilidade de cinco jogos, ao ser derrotado por 3 a 1. O Tricolor segue como 3º colocado, com 44 pontos, e pode ver os líderes dispararem na ponta da tabela.

A partida não poderia ter começado pior para o Tricolor. Logo aos 5 minutos, após grande defesa de Grohe e bate rebate dentro da área, Ralf pegou a sobra e bateu alto, sem chances para Grohe. Para complementar a desatenção do time do Grêmio, minutos depois, Guilherme recebeu passe livre, e sem marcação bateu na saída do goleiro.
O time Paulista se fechou, e o Grêmio, sem criação de jogada, tentava ataques, mas sem sucesso. Luxemburgo tirou Souza do time e colocou Marquinhos, mas sem muito sucesso. Edilson estava muito mal na partida e pouco fazia para ajudar. O goleiro Marcelo Grohe apareceu mais uma vez, e o primeiro tempo se encerrou com apenas uma finalização do Grêmio no jogo, e errada.
O segundo tempo começou como terminou o primeiro tempo. O Grêmio conseguiu diminuir logo quando Luxemburgo fez duas substituições, colocando Marco Antônio e Leandro. Aos 12, Pará levantou, Marquinhos dominou e cruzou para Leandro, que no primeiro toque na bola, empurrou para as redes.


O Grêmio foi para a pressão e o Corinthians ficou todo fechado, apenas se defendendo. Mas o volume de jogo do Tricolor não estava dando resultado. Em bola parada, aos 31 minutos, o goleiro Júlio César fez boa defesa em cobrança de Elano. No ataque, Kléber estava muito apagado, pouco fez.
— 
O Grêmio não conseguia exercer uma pressão forte pois errava muitos passes. O time do Corinthians, apoiado pelos mais de 26 mil torcedores, segurava a bola quando a tinha, esperando o tempo passar. No fim, aos 44 minutos, Giovanni, estreando como profissional fez um belo gol em chute de dentro da área, fechando o placar.
A partida se encerrou com vitória do Corinthians e derrota Gremista após cinco jogos.



Veja também