Ironia do destino: incomodado com gramado, Grêmio abrevia período de treinos em Viamão

Após uma semana de trabalhos físicos, Tricolor volta ao CT Luiz Carvalho para encerrar intertemporada

29 de junho de 2019 - Às 07:50

 

Matheus Beck

Um longo trabalho físico e técnico marcou o último treino do Grêmio em Viamão, na região metropolitana de Porto Alegre. O clube decidiu antecipar o retorno ao CT Luiz Carvalho por causa da condição do gramado nas dependências do resort onde está hospedado.

Por ironia do destino, o campo da Arena é motivo de inúmeras críticas por parte das seleções que disputam a Copa América.

A programação original previa a estadia da delegação tricolor até domingo na cidade vizinha à Capital. Porém, a comissão técnica solicitou o retorno a seu centro de treinamentos mais cedo. No sábado, os jogadores almoçam ainda no hotel e em seguida vão treinar em Porto Alegre.

André e Thaciano durante treino técnico em Viamão — Foto: Matheus Beck / GloboEsporte.com

André e Thaciano durante treino técnico em Viamão — Foto: Matheus Beck / GloboEsporte.com

Depois de uma folga no turno da manhã, os jogadores retomaram os exercícios na tarde desta sexta-feira, na academia. Por volta das 15h30, foram a campo para uma atividade física, técnica e tática.

Após o aquecimento, o campo foi dividido em três zonas, e o grupo, em duas equipes. Para que cada time passasse de um setor para o outro, os jogadores precisavam trocar passes e não podiam conduzir a bola com mais de três toques. O objetivo era afinar o entrosamento, conhecer o posicionamento do companheiro e fazer a transição com agilidade.

O que fugiu do usual no treino foram desafios de Renato Gaúcho à comissão técnica e ao goleiros. Primeiro, chamou o preparador de goleiros Rogério Godoy e outros profissionais a acertarem o travessão de uma das metas. Renato perdeu o “Na Trave” e terá de pagar um pequeno valor aos demais.

Renato em cobranças de falta com a comissão técnica — Foto: Matheus Beck / GloboEsporte.com

Renato em cobranças de falta com a comissão técnica — Foto: Matheus Beck / GloboEsporte.com

Depois, o treinador provocou o goleiro Paulo Victor em cobrança de pênaltis. Mais uma vez, foi vencido pelo comandado. O “pagamento” foi realizado em polichinelos e arrancou gargalhadas dos arqueiros e auxiliares.

Kannemann e Paulo Miranda ficaram fora em trabalho de reforço muscular. Montoya, em negociação com o Racing, realizou exercícios na academia e acompanhou a vitória da Argentina sobre a Venezuela pela Copa América.

 


Veja também