O Grêmio garantiu o segundo título desde a chegada do técnico Tiago Nunes no clube. A vitória por 3 a 0 sobre o Santa Cruz, na manhã deste domingo, na Arena, foi também uma chance para a comissão técnica observar o time e entender características do elenco em mãos.

O comandante foi Pedro Sotero, já que Nunes e os auxiliares Kelly Guimarães e Evandro Fornari estão afastados por conta da Covid-19. E valorizou poder ver atletas em um contexto de decisão do Tricolor. Casos de atletas menos utilizados em 2021, como o lateral Victor Ferraz e o meia Everton, por exemplo.

— Oportunidade muito boa de observar alguns atletas, jogando e iniciando a partida, como se portam em uma final de campeonato. Importante o suporte e apoio dos mais experientes que vem jogando. Todos muito felizes com a conquista e oportunidade de atuar em um jogo desde o início — destacou Sotero.

Pedro Sotero, técnico interino do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Pedro Sotero, técnico interino do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Depois de encerrar o primeiro tempo sem balançar as redes, o analista de desempenho e auxiliar viu uma melhora a partir da velocidade do time na troca de passes. Os gols saíram com naturalidade.

— A conversa foi para a gente acelerar esse jogo para dificultar o balanço do Santa Cruz. Trabalhamos com a bola de pé em pé. Facilita um pouco a equipe balançar. Pedimos mais velocidade, mais movimentos de ataque e profundidade, presença de área maior. Tendo o Everton ali entrelinhas, fazendo movimentos para os dois lados, conseguiu dar uma dinâmica legal para chegar bem no último terço. Acredito que conseguimos acelerar e trabalhar mais a bola em velocidade, com bolas diagonais e criamos boas oportunidades — explicou Sotero.

O Grêmio conquistou a Recopa Gaúcha pela segunda vez. Antes, havia sido campeão em cima do Avenida, em 2019. O elenco gremista agora retoma os treinos nesta segunda-feira antes do duelo com o Brasiliense, pela terceira fase da Copa do Brasil.



Veja também