Foto: Reprodução

O Grêmio visitou a Chapecoense na noite desta quinta-feira após o adiamento da partida e conseguiu uma importante vitória por 6 a 3, assumindo assim a vice-liderança da competição, com doze pontos.

Os gols do Tricolor foram marcados por Michel (2), Luan e Everton (3).

Escalação inicial: Marcelo Grohe; Léo Moura, Thyere, Kannemann e Cortez; Michel, Arthur, Ramiro, Luan e Pedro Rocha; Lucas Barrios

PRIMEIRO TEMPO
A Chapecoense buscou iniciar a partida pressionando, mas o Grêmio estava seguro defensivamente e não dava espaços para o time catarinense. O jogo era bastante truncado com as duas equipes sem criar grandes chances, até que Michel resolveu aparecer.

Aos 20 minutos, Michel percebeu o goleiro adiantado e mandou por cobertura do meio de campo, balançando a rede, um golaço. Aos 25 minutos, Luan cobrou falta na cabeça de Michel, que marcou mais um, ampliando o placar.

A Chapecoense descontou aos 33. Reinaldo cobrou falta, a bola passou por todo mundo, Grohe defendeu em cima da linha, mas escorregou para dentro com bola e tudo e o árbitro assinalou o gol, ajudado pelo auxiliar de linha.

A Chapecoense teve grande chance de ir ao intervalo com empate. Aos 47, após confusão na área, Seijas bateu praticamente de dentro da pequena área e Kannemann tirou em cima da linha.

SEGUNDO TEMPO
Na etapa final, a Chape voltou buscando pressionar o Grêmio em busca do gol de empate. Mas, aos 13 minutos, brilhou duas estrelas. A primeira, de Renato que colocou Everton em campo no lugar de Barrios. E o cebolinha fez o inacreditável.

Em 50 segundos, o atacante fez dois gols. Aos 14, Everton recebeu lançamento de Pedro Rocha e tocou por cobertura, marcando seu primeiro gol. Após a saída de bola e ataque do time catarinense, o Tricolor recuperou a bola, Luan lançou Everton que na cara do gol bateu no canto, marcando o segundo e ampliando para 4 a 1.

Aos 26 minutos, o árbitro marcou toque de mão de Cortez na área. Pênalti que Reinaldo cobrou e descontou para o time da casa. Mas, a estrela de Everton ainda não tinha parado de brilhar. Aos 35 minutos, Everton recebe outra assistência de Luan e não perdoa, marcando seu terceiro, na quarta assistência de Luan na partida.

A Chapecoense descontou o placar aos 44 minutos após toque de cabeça. Mas, quem fez quatro assistências agora deixou sua marca. Luan, aos 45 tabelou com Ramiro e deixou sua marca! 6 a 3, placar final!



Veja também