Hélio Dourado e o Grêmio de todos

Por conta de seus projetos pioneiros, Hélio transformou o Grêmio em um clube de todos.

1 de agosto de 2017 - Às 23:14

Hélio Dourado foi um dos melhores presidente da história do Grêmio, e isso é uma verdade absoluta para a torcida tricolor. Esse título o foi concedido por ele ir muito além do futebol e seus títulos importantes, como o Brasileiro de 1981. Em seu período como presidente do clube, Dourado iniciou uma ascensão histórica e tornou o Grêmio como ele é hoje: o clube de todos.

Imagem: Reprodução.

O médico e sócio do Grêmio desde 11 anos, foi o autor de, pelo menos, três projetos pioneiros e históricos para o clube. Um deles em 1977, em pleno período da Ditadura Militar no Brasil. Hélio foi responsável por aceitar, e principalmente, apoiar a primeira torcida homossexual do Brasil, a Coligay, nas arquibancadas do Estádio Olímpico Monumental. A torcida, inclusive, tinha sua própria sala nas dependências do estádio para guardar seus materiais.

Imagem: Reprodução.

No final de 1977 e início de 1978, o presidente foi além do que se pensava na época. Era um visionário nato, lançou a campanha ‘Futebol de Graça’, possibilitando que crianças menores de 10 anos assistissem de graça às partidas no Olímpico. Para a obtenção desta carteirinha, era necessário somente apresentar os documentos da criança.

Imagem: Grêmio do Prata.

Por final, o projeto mais lembrado da história de Hélio Dourado: a Campanha do Cimento. Iniciada em 1976, a campanha foi fundamental para a conclusão do anel superior do Estádio Olímpico, concedendo assim o título de “Monumental”. Dourado percorreu 157 municípios do Rio Grande do Sul, além de algumas cidades nos estados Goiás, Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina para arrecadar tijolos, cimentos e materiais para a obra. Junto a esse projeto, foi realizado também o ‘Bolão Tricolor’. Com apenas Cr$ 30 por mês, o contribuinte concorria todos os sábados a automóveis, televisores a cores, motocicletas, gravadores e rádios, e ajudava financeiramente o clube a concluir o seu estádio na Azenha.

Hélio Dourado é Grêmio e o Grêmio é Hélio Dourado. Deixastes um legado imenso. Seremos eternamente gratos por tudo que fizemos para termos hoje o Grêmio grande e todos.

Obrigado, mestre! Descanse em paz.

“>



Veja também