Grohe diz que aprendeu lição com expulsão por cera

Goleiro do Grêmio levou vermelho contra Atlético-PR por retardar jogo

6 de junho de 2017 - Às 17:05
Foto: Lucas Uebel / Grêmio

O goleiro Marcelo Grohe falou nesta terça-feira pela primeira vez sobre a expulsão que sofreu na partida contra o Atlético-PR, válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, por retardar o jogo. Na ocasião, o camisa 1 – que já tinha amarelo – demorou para cobrar tiro de meta e levou o segundo cartão. Ele disse que o episódio serviu como uma lição e prometeu que não repetirá o erro.

“Aprendi com isso e não vai mais se repetir. Já tenho cuidado bem mais nesses últimos jogos. É uma situação que aprendi e não vai mais acontecer. Isso acontece nos jogos. Assim como eu já tive a oportunidade de fazer (cera), outros goleiros já fizeram contra a gente e farão quando estiverem em vantagem. Talvez naquele momento eu tenha exagerado e paguei por isso. Aprendi e não vai mais acontecer”, disse o goleiro, que confirmou que teve uma conversa com o técnico Renato Portaluppi sobre o lance.

“Foi conversado internamente. Falei com o Renato e ele colocou o que pensava. É um assunto que já faz parte do passado”, revelou o goleiro.

Críticas antigas servem como motivação para evitar relaxamento

Além da lição pelo cartão vermelho, Marcelo Grohe trata de usar as críticas recebidas por esse lance e em outros momentos de dificuldades do Grêmio como exemplos para a equipe não relaxar pelo atual momento. O goleiro afirmou que o grupo tem consciência de que precisa provar a cada partida que merece seguir recebendo os elogios neste momento da temporada.

“Quando se joga o que a gente vem jogando começa a se criar expectativas, mas aqui dentro devemos ter a convicção de cada um tem a sua história. A gente sabe o caminho. Já sofremos críticas até mesmo neste ano. Isso é de futebol. Temos de saber que temos os dois lados da moeda. O Renato tem nos alertado todos os dias a respeito disso. Temos de provar esse futebol que estamos praticando. Hoje todos elogiam o nosso trabalho, mas já amanhã temos um jogo para provar a nossa qualidade e seguir merecendo esses elogios”, recordou.



Veja também