Grohe chora após defender pênaltis e classificar o Grêmio na Copa do Brasil

Goleiro falhou no tempo normal mas defendeu três cobranças de pênaltis

22 de setembro de 2016 - Às 12:06
choro-grohe

O goleiro Marcelo Grohe foi do inferno ao céu na noite desta quinta-feira na Arena diante do Atlético-PR pela Copa do Brasil. O goleiro falhou no gol que deu a vitória aos paranaenses por 1 a 0 no tempo normal, mas se redimiu nas cobranças de pênaltis onde defendeu três e ajudou a equipe a conquistar a classificação:

– Vi que Deus é fiel na minha vida e não é fácil. Tem sido um tempo difícil pra mim. Torcedor pega no pé – destacou, ao cruzar a zona mista.

Após a disputa de pênaltis ter sido encerrada, o goleiro começou a chorar copiosamente, foi abraçado pelos colegas e saiu de campo sem dar entrevistas, muito emocionado diretamente ao vestiário. O goleiro viveu uma situação que há muito tempo não passava: foi vaiado pela torcida em alguns momentos do jogo.

O goleiro recebeu apoio dos companheiros e também do técnico Renato Portaluppi que o elogiou muito durante a entrevista coletiva.



Veja também