Gremistas admitem desempenho abaixo e citam “perna pesada” após derrota para o Bahia

Com força máxima, Grêmio perdeu por 1 a 0 para o Bahia na noite desta quarta, na Arena, pelo Brasileirão

17 de outubro de 2019 - Às 06:19
Foto: Eduardo Moura

O Grêmio colocou força máxima diante do Bahia na noite desta quarta-feira, na Arena, mas perdeu por 1 a 0 em partida válida pela 26ª rodada do Brasileirão. Tanto Diego Tardelli quanto Alisson lamentaram o resultado e admitiram que o time sentiu desgaste físico.

Como quase em todas as partidas, o Grêmio manteve seu estilo de jogo de posse de bola. Porém, criou pouco de forma ofensiva. O Bahia se aproveitou dos contra-ataques e marcou de pênalti, já aos 45 do segundo tempo.

O atacante Diego Tardelli reconheceu o desempenho abaixo da equipe nesta noite. Mais do que isso, acredita que os jogadores sentiram a perna pesada em campo. Como Everton e Matheus Henrique, que estavam a serviço da Seleção Brasileira.

— Desde o começo a gente não conseguiu fazer uma boa partida. Até controlamos o jogo. Mas infelizmente não criamos. A equipe do Bahia veio fechada. É o que queria, uma bola, uma chance, foram lá e fizeram o gol. Hoje o time sentiu o desgaste. Muitos jogadores com perna pesada. Everton e Matheusinho viajando 24 horas — afirmou Tardelli na saída de campo após o jogo.

Assim como Tardelli, Alisson admitiu que o Grêmio não conseguiu impor seu jogo na Arena. O meia-atacante deu os méritos do resultado ao Bahia e deixou claro que não faltou garra aos gremistas.

— Infelizmente, não conseguimos fazer o jogo que estamos acostumados a fazer. Mérito do Bahia, fez grande partida. Brasileiro é desse jeito, jogos complicados. Assim como fizemos em Minas um grande jogo. Todo mundo teve garra, correu, mas hoje infelizmente não colocamos nosso futebol — analisou o jogador.

Até o momento, o Grêmio segue em sexto lugar na tabela pelo saldo de gols. Mas vê o Bahia junto, com os mesmos 41 pontos. O Tricolor gaúcho volta a campo no próximo sábado, diante do Fortaleza, às 17h.



Veja também