Foto: Eduardo Moura

Após a derrota para o Athletico, o Grêmio voltou a treinar na manhã desta sexta-feira no CT Luiz Carvalho. Os zagueiros Pedro Geromel e Kannemann não participaram da atividade, enquanto Maicon e Léo Moura, ausentes na última quarta, trabalharam normalmente e voltam contra o São Paulo, domingo, na Arena. Matheus Henrique deixou o treinamento ao levar pancada nas costas.

Os dois zagueiros fizeram exercícios no interior do vestiário. Serão reavaliados. Já Matheus saiu do treino mais cedo depois de levar a pancada e ser atendido com dores nas costas. Mas o volante já é desfalque certo, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Maicon foi preservado por Renato do último jogo e não ficou nem no banco de reservas, mas volta a ser titular no domingo, provavelmente ao lado de Michel. Já Léo Moura retoma a vaga de Galhardo. Ambos participaram do trabalho em campo reduzido.

A provável escalação do Grêmio tem Paulo Victor; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon, Michel, Alisson, Luciano e Everton; Vizeu (André ou Patrick).

Na atividade técnica, três times se revezavam na disputa de confrontos. A terceira equipe ficava como apoio e não deixava a bola sair pela linha lateral.

Expulso na derrota para o Athletico, Tardelli esteve normalmente na atividade. O atacante pode ser substituído por Vizeu, André e Patrick na equipe.

Jean Pyerre e Thaciano, ambos em recuperação de lesão muscular, correram no gramado com a preparação física. Correm contra o tempo para jogar ainda em 2019. Jean está lesionado desde o dia 20 de setembro, enquanto Thaciano está fora desde o final de outubro.

Outra vez o técnico Renato Gaúcho deixou o gramado antes do final da atividade, ao lado do presidente Romildo Bolzan Júnior, do diretor de futebol Deco Nascimento e do executivo Klauss Câmara. Todos rumaram para uma sala do CT Luiz Carvalho. O treino continuou por pelo menos mais 40 minutos.

O Grêmio ainda treina na manhã deste sábado antes do duelo com o São Paulo. O Tricolor é o quarto colocado, com 59 pontos, dois à frente do rival, o sexto. Em caso de vitória, o clube gaúcho confirma a vaga na fase de grupos da Libertadores em 2020.



Veja também