Foto: Guilherme Videira

A lua de mel que se iniciou entre Grêmio e torcida desde o retorno de Renato Portaluppi chegou ao final. E de forma melancólica. No dia seguinte ao aniversário de 119 anos do clube, o time voltou a decepcionar com uma péssima atuação na Série B e perdeu por 2 a 0 para o Novorizontino.

O time paulista era a equipe com pior aproveitamento do returno, com apenas sete pontos em 10 jogos, mas deu fim na invencibilidade do técnico gremista em seu retorno. Com 50 pontos, o Tricolor segue em terceiro lugar. Além de não aproveitar o tropeço do Bahia e desperdiçar a chance de chegar à vice-liderança, Vasco e Londrina voltaram a reduzir a diferença na tabela. A distância para os cariocas, que estão em quarto lugar, é de dois pontos.

A escalação do Grêmio para a partida não teve surpresas. Lucas Leiva ficou com a vaga de Bitello, suspenso. No lugar de Campaz, Thaciano iniciou o jogo como meia central da equipe. A aposta do técnico gremista era na manutenção da estrutura utilizada nas vitórias sobre Vila Nova e Vasco.

Mesmo com a pressão dos resultados paralelos, o Grêmio começou o jogo em ritmo lento. A primeira chance de gol foi do Novorizontino. No rebote após cobrança de escanteio, Lepo arriscou de muito longe e quase surpreendeu Brenno aos 14 minutos. Mas o goleiro gremista mostrou reflexo e defendeu o chute. Mesmo com a promessa de Renato de que o Grêmio manteria a pressão na marcação da saída de bola do adversário, como fez contra o Vasco, os donos da casa é que tomaram a iniciativa de pressionar.

Sem a mesma intensidade que o adversário em campo, o Grêmio não mostrou forças para conter os avanços do Novorizontino. Na pressão, o time paulista abriu o placar em cobrança de escanteio. Douglas Baggio, de apenas 1m72cm, ganhou de Diego Souza e cabeceou sem chances para Brenno.

Aos 31, Diogo Barbosa cometeu mais um erro que resultou em gol na Série B. O lateral-esquerdo perdeu a bola no campo de ataque e ensaiou um pique para ajudar na marcação. Mas Diogo parou no meio do caminho e deixou Bochecha avançar completamente livre. O volante do time paulista invadiu a área e tocou na saída de Brenno para ampliar a vantagem para o Novorizontino. Além da desvantagem no placar, o Grêmio também poderia ter terminado o primeiro tempo com um jogador a menos. Edílson perdeu a disputa da bola e acertou um chute em Bochecha. O lateral-direito recebeu apenas cartão amarelo e o VAR não pediu a revisão. Os paulistas aproveitaram a vantagem e deram campo para o Tricolor, que não soube construir nenhum lance de perigo nos minutos restantes do primeiro tempo.

Na volta do intervalo, Renato promoveu uma alteração para aumentar o poder ofensivo da equipe. Lucas Leiva, com mais uma péssima atuação, deixou a equipe para a entrada de Elkeson. Thaciano recuou para formar a dupla de volantes com Villasanti, mas os problemas do primeiro tempo seguiram se repetindo.

O Novorizontino perdeu a chance de ampliar em uma bela jogada de Bruno Costa. O centroavante partiu a dribles do lado esquerdo pelos defensores do Grêmio e chegou na entrada da área completamente livre. A finalização saiu com muita força e passou por cima do gol de Brenno.

Na grande chance do Grêmio na partida, Diego Souza desperdiçou aos 21 minutos. Após lance ensaiado na cobrança de escanteio, Biel encontrou o centroavante completamente livre na pequena área. Mas a finalização do artilheiro da equipe na Série B saiu muito longe do gol do Novorizontino, sem riscos para o goleiro Lucas Frigieri. Renato recorreu novamente ao banco de reservas para tentar iniciar a virada. Pedro Lucas e Rodrigo Ferreira entraram nos lugares de Guilherme e Edílson.

Sem opções ofensivas no banco, Renato apostou em Lucas Silva e Thiago Santos para dar novo fôlego ao time. Mas nenhuma troca colocou força o suficiente para fazer o Grêmio acordar em Novo Horizonte. Depois do ânimo renovado com o retorno de Renato, o Tricolor voltou a repetir os mesmos defeitos da Série B e decepcionou novamente como visitante.

A comissão técnica terá apenas os treinos deste domingo (18) e da próxima segunda-feira (19) para realizar os ajustes necessários para enfrentar o Sport, na próxima terça-feira (20), às 19h, na Arena.



Veja também