Grêmio vive nova seca de gols e se aproxima de marca histórica

18 de julho de 2014 - Às 10:45
Lucas Coelho acertou a trave contra o Goiás (Foto: Diego Guichard/GloboEsporte.com)

O Grêmio vive um péssimo momento no setor ofensivo. Além de estar já há quatro jogos sem marcar um gol sequer, tem o segundo pior ataque do Brasileirão 2014, com apenas sete gols marcados em dez partidas.

Após o empate diante do Goiás, o Tricolor chegou a 392 minutos sem marcar gol, se aproximando da maior seca de gols da história do clube, que ocorreu no ano passado.
Em 2013, treinado por Renato Portaluppi, o Grêmio ficou seis jogos sem marcar, totalizando 653 minutos. Foi a maior seca de gols da história do clube. Porém, naquele período, o Grêmio teve uma média de 14,8 finalizações por partida, maior que a seca de quatro jogos atual, que mostra 11,7 finalizações por partida.
A segunda pior seca da história do clube ocorreu em 1972, quando o clube ficou cinco partidas sem marcar. A pressão foi tanta que custou o cargo do técnico na época.


Veja também