Foto: Reprodução

Com a temperatura média de 32º nesta segunda-feira, o Grêmio se classificou às oitavas-de-final da Copinha com uma vitória por 2 a 0 sobre o CSA, na Arena Barueri. O placar foi construído graças a gols de Da Silva e Gabriel Biteco. O clube gaúcho ainda evitou o gol de honra do time adversário, graças a defesa de pênalti do goleiro Gabriel Chapecó. Agora, o Tricolor espera adversário entre Audax-SP e Fluminense. Já o time alagoano, mesmo com a queda, comemora a melhor campanha do clube pela competição.

PRIMEIRO TEMPO

Pelo lado do Grêmio, os destaques foram as corridas de Léo Chú, os dribles de Gui Azevedo e o faro de gol de Da Silva. Já o CSA apostava na armação do camisa 10 Andrew e no centroavante Gravatal. Aliás, o camisa 9 alagoano só não marcou por causa do goleiro Chapecó. Aos 12 minutos, o arqueiro tricolor interceptou a finalização de Gravatal. Da Silva teve uma boa chance, aos 16, mas mandou por cima do gol.

Após a parada técnica, aconteceu o lance polêmico do jogo. O árbitro marcou penalidade após toque de mão de Luan, zagueiro do CSA, que foi expulso em seguida. Na cobrança, Da Silva mandou no ângulo e marcou.

SEGUNDO TEMPO

A etapa complementar teve trocas nas duas equipes e colocou fôlego novo na partida. Assim como no primeiro tempo, o Grêmio controlou o jogo e priorizou a posse de bola. O CSA, com um a menos, apostava nos contra-ataques e bolas longas para Gravatal. Gabriel Biteco, que entrou no início do segundo tempo, marcou um golaço aos nove minutos com uma bomba de fora da área.

A chance de mudar o destino do jogo estava nos pés de Gravatal. Aos 19 minutos, o atacante sofreu um pênalti e o próprio cobrou. Mas o goleiro Gabriel Chapecó fez uma grande defesa de mão troca, salvando o Tricolor. No contra-ataque do lance, Guilherme Azevedo teve oportunidade, mas mandou por cima do gol. Rafinha, livre na grande área, ainda teve a chance de ampliar, mas o goleiro Franco salvou. A partir daí, os últimos minutos foram de puro controle gremista, com troca de passes e sem jogadas arriscadas no ataque.



Veja também