A derrota para o Aimoré por 2 a 1 fechou a fase de grupos do primeiro turno do Gauchão como um alerta para o Grêmio. Com resultados abaixo do esperado, conforme o próprio técnico Renato Gaúcho. Em cinco jogos, foram duas derrotas com atuações ruins do Tricolor, que promete “correções de rumo” para o Gre-Nal do próximo fim de semana, na semifinal do turno.

Mesmo com os titulares, o Grêmio somou nove pontos e teve duas derrotas. Acabou como segundo colocado no Grupo B, o que gerou o clássico Gre-Nal na próxima fase e não na final do turno. Contra o Aimoré, neste domingo, o time criou pouco, especialmente no primeiro tempo.

Luciano e Diego Souza formaram uma dupla sem criatividade e engessada nesta primeira chance juntos. O Aimoré se agrupou, e o Grêmio não conseguiu criar espaços com as movimentações ofensivas. Matheus Rodrigues abriu o placar de cabeça e Isaías, em contra-ataque, fez o segundo. O Tricolor descontou com Diego Souza, já perto do fim.

Diego Souza marcou o gol do Grêmio na derrota por 2 a 1 para o Aimoré — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Diego Souza marcou o gol do Grêmio na derrota por 2 a 1 para o Aimoré — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

O gramado alto, é verdade, prendia a bola. Mas o Grêmio abusou da lentidão na hora de trocar passes. Um problema específico deste jogo, embora já houvesse aparecido em outras partidas deste primeiro turno, como no primeiro tempo da vitória sobre o São José. O técnico Renato Gaúcho, que abriu o time e jogou a equipe à frente, não se furtou de criticar o Tricolor.

– Não fizemos um bom primeiro turno, mas estamos na semifinal. Qualquer outra equipe tem a mesma chance do Grêmio, tem a vantagem só de jogar em casa. A equipe é experiente para saber que a gente precisa acordar se quisermos brigar pelo título – criticou Renato.

“Faremos a correção de rumo necessária com a devida paciência e ponderar onde erramos para que os erros não sejam repetidos” (Paulo Luiz, vice de futebol)

Renato Gaúcho criticou o time após derrota — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Renato Gaúcho criticou o time após derrota — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Se o Grêmio teve duas derrotas na primeira fase, também conseguiu uma goleada por 5 a 0 sobre o Esportivo, que só perdeu essa partida dentro do grupo. Deixa bem evidente a oscilação do time, natural para as primeiras cinco partidas disputadas no ano e com jogadores em seus primeiros passos no clube. As avaliações internas caminham para uma necessidade de melhora.

– É uma coisa mais nossa. Não adianta dizer eu errei ali, fulano errou. Ninguém ganha sozinho e ninguém perde sozinho. É paciência, vamos corrigir essa semana. O professor Renato mostra para a gente. Temos cobrança entre a gente, não aqui fora expondo o companheiro – avaliou Maicon, capitão na ausência de Geromel.

O principal desafio do ano até agora ocorre no próximo fim de semana, em data a ser confirmada. O Grêmio terá a semana livre para trabalho antes do Gre-Nal e volta a treinar na tarde desta segunda-feira. Kannemann deve estar de volta para a partida eliminatória, recuperado de dores no pé esquerdo.



Veja também