Foto: Edição sobre imagens divulgação Grêmio

O técnico Renato Portaluppi terá problemas para montar a defesa do Grêmio para o Gre-Nal da próxima quarta-feira (26), pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores.

Titulares desde 2016, Geromel e Kannemann estão entregues ao departamento médico e não há garantia de que ao menos um deles aparecerá no gramado do Beira-Rio. Além disso, os reservas imediatos, Paulo Miranda e David Braz, estão suspensos pelo torneio continental e não poderão escalados. Assim, sobram como opções no elenco os garotos Rodrigues e Ruan, além do veterano Marcelo Oliveira, que abandonou a lateral esquerda mas ainda não fez nenhuma partida neste ano.

Por conta de todas estas situações, o treinador poderá ter de recorrer a uma formação totalmente inédita na temporada. E, o mais impressionante, poderá ser a 10ª dupla de zaga diferente. Ao longo de 2020, a zaga tricolor foi composta por nove parcerias distintas. Confira o aproveitamento de cada uma delas.

Geromel e Kannemann

4 vitórias, 4 empates e 2 derrotas (53,3% de aproveitamento)

A dupla considerada titular foi a que mais vezes entrou em campo neste ano: 10 jogos. Os dois, no entanto, ainda não atuaram juntos pela Libertadores na temporada. Outra situação que chama a atenção é que a parceria apareceu pela primeira somente na retomada das competições, após a paralisação pela pandemia de coronavírus.

Invictos em Gre-Nais, Geromel e Kannemann venceram dois clássicos em 2020 — no Estádio Centenário, em Caxias do Sul, e na Arena, pela final do segundo turno do Gauchão. Porém, também estiveram na decisão contra o Caxias, quando a equipe conquistou o título estadual, mas foi derrotada por 2 a 1. Com eles em campo, o Grêmio marcou 13 gols e sofreu 10 (média de um gol sofrido por partida). 

Inter 0x1 Grêmio (Gauchão)Grêmio 1×1 Ypiranga (Gauchão)
Grêmio 4×3 Novo Hamburgo (Gauchão)
Grêmio 2×0 Inter (Gauchão)
Grêmio 1×0 Fluminense (Brasileirão)
Grêmio 0x0 Corinthians (Brasileirão)
Flamengo 1×1 Grêmio (Brasileirão)
Grêmio 1×2 Caxias (Gauchão)
Grêmio 1×2 Sport (Brasileirão)
Atlético-GO 1×1 Grêmio (Brasileirão)

Paulo Miranda e David Braz

3 vitórias, 2 empate e 2 derrotas (52,3% de aproveitamento)

10 gols marcados e 4 sofridos

Reservas imediatos, Paulo Miranda e David Braz iniciaram juntos como titulares da equipe em sete oportunidades — a última delas contra o Palmeiras, neste domingo (20). Foram eles que estiveram na defesa tricolor no primeiro Gre-Nal deste ano, quando o Grêmio venceu por 1 a 0, com gol de Diego Souza, no estádio colorado. Mas também estiveram na decisão do primeiro turno do Gauchão, quando a taça ficou com o Caxias. Com eles, foram 10 gols marcados e quatro sofridos.

Grêmio 5×0 Esportivo (Gauchão)
Aimoré 2×1 Grêmio (Gauchão)
Inter 0x1 Grêmio (Gauchão)
Caxias 1×0 Grêmio (Gauchão)
Novo Hamburgo 0x0 Grêmio (Gauchão)
Bahia 0x2 Grêmio (Brasileirão)
Grêmio 1×1 Palmeiras (Brasileirão)

David Braz e Kannemann 

2 vitórias, 1 empate e 1 derrota (58,3% de aproveitamento)

O melhor aproveitamento é da dupla formada por David Braz e Kannemann. Alguém poderá contestar também que, dos quatro jogos realizados, apenas um foi contra um adversário mais forte: o Vasco, no empate por 0 a 0, em São Januário, pelo Brasileirão. Os demais confrontos foram pelo Gauchão. Com esta dupla, o Grêmio marcou três gols e sofreu o mesmo número.

Grêmio 0x2 Caxias (Gauchão)
Brasil-Pel 0x1 Grêmio (Gauchão)
Grêmio 2×1 São José (Gauchão)
Vasco 0x0 Grêmio (Brasileirão)

Geromel e David Braz

2 vitórias, 2 empates e 1 derrota (53,3% de aproveitamento)

5 gols marcados e 3 sofridos

Todos os jogos do Grêmio pela Libertadores, até então, foram disputados por esta dupla. Além disso, também disputaram o jogo de ida da final do Gauchão, quando o Tricolor bateu o Caxias por 2 a 0, no Estádio Centenário.

América de Cali 0x2 Grêmio (Libertadores)
Grêmio 0x0 Inter (Libertadores)
Caxias 0x2 Grêmio (Gauchão)
Grêmio 1×1 Fortaleza (Brasileirão)
Universidad Católica 2×0 Grêmio (Libertadores)

Paulo Miranda e Geromel

Atuaram juntos uma única vez, na vitória de 3 a 0 sobre o Juventude, na Arena, pelo Gauchão.

Paulo Miranda e Kannemann

Estiveram presentes no último compromisso antes das paralisações: vitória de 3 a 2, de virada, sobre o São Luiz, na Arena.

Paulo Miranda e Rodrigues

Formaram a defesa tricolor na vitória de 1 a 0 sobre o Pelotas, na Boca do Lobo, pelo Gauchão.

Rodrigues e David Braz

Estiveram juntos no empate por 1 a 1 com o Ceará, quando um time totalmente reserva foi escalado na Arena Castelão.

Rodrigues e Ruan

Os dois jovens formaram a dupla de zaga do time de transição que, no primeiro jogo do ano, disputou a Recopa Gaúcha contra o Pelotas. Após empate por 1 a 1 no tempo normal, o Tricolor foi derrotado nos pênaltis.



Veja também