Foto: Fabiano do Amaral

Praticamente acertado com Jael, que recuou em seu pedido de aumento, o Grêmio busca, agora, renovar o contrato do meia Cícero. Como o jogador tinha um salário considerado alto, pago em boa parte por Fluminense e São Paulo, a direção propôs uma redução. Até agora, os seus representantes ainda não se manifestaram. Como em 2017, o Grêmio irá tentar um elenco sem maiores investimentos.

— A torcida não deve ficar triste se não chegar o chamado jogador de lotar aeroporto. Formaremos um time ainda mais forte em 2018. Procurando, tem jogador. Encontramos, por exemplo, Paulo Miranda, que é titular em qualquer time do Brasil — diz o vice de futebol Odorico Roman, cuja intenção é entregar o grupo completo para o técnico Renato Portaluppi até o final de janeiro.

Com direito a apenas mais uma inscrição de jogador estrangeiro, o Barcelona precisará optar entre Arthur e o zagueiro palmeirense Mina. A penúltima vaga ficou com Philippe Coutinho, contratado sábado do Liverpool por R$ 633 milhões. A permanência do volante no Grêmio, porém, ainda não é uma garantia.

A contratação de Mina, que ocuparia o posto do argentino Mascherano, a caminho do futebol chinês, é dada como certa pela imprensa espanhola. O Barcelona, que pagaria 12 milhões de euros ao Palmeiras (R$ 47,2 milhões), planeja inscrever o zagueiro até quarta-feira, dia 10. Preenchida esta vaga, não haveria mais espaço para Arthur. Na Espanha, cada clube só pode inscrever três jogadores sem passaporte europeu. A cota do clube de Messi seria completada com Paulinho, Philippe Coutinho e Mina.

Para o Grêmio, uma eventual desistência não representaria surpresa. Depois de pedir desculpas por ter postado uma foto de Arthur com a camisa do clube, no início de dezembro, o Barcelona tem mantido silêncio sobre o caso. No máximo, comunica ao empresário Jorge Machado e Ailton de Paula, pai do jogador, que pretende formalizar uma proposta.

— O Barcelona nunca fez contato conosco sobre isso. Nenhum contato oficial. Será que quer mesmo o jogador? — indaga Odorico Roman.

Uma possível saída do Barcelona da disputa não é, contudo, garantia da permanência do volante no Grêmio. Chelsea, de Londres, e Inter, de Milão, também esboçaram interesse pelo jogador, eleito em 2017 o terceiro melhor da América, superado apenas por Luan, também do Grêmio, e Paolo Guerrero, do Flamengo.

— Pelo menos um clube da Europa mandou emissário falar comigo e disse haver interesse no Arthur. É possível, sim, que haja proposta— completa Odorico.



Veja também