Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press

Aliviar a folha salarial e ao mesmo tempo reforçar o caixa do clube. O Grêmio tem feito movimentos nesse sentido pensando na próxima temporada. A transferência de Luan para o Corinthians e as prováveis saídas de jogadores como Diego Tardelli e André farão com que o clube ganhe fôlego financeiro para efetuar contratações. O objetivo é reduzir os gastos com vencimentos de atletas em pelo menos R$ 3 milhões mensais.

Além da venda de parte dos direitos econômicos de Luan, o clube pode negociar o atacante Thonny Anderson com o Red Bull Bragantino, que estaria disposto a pagar R$ 15 milhões por 50% dos direitos econômicos pertencentes ao Grêmio. No entanto, o presidente Romildo Bolzan Júnior vê neste jogador um potencial diferenciado e o clube tem a intenção de aproveitá-lo em 2020.

Situação diferente é a do atacante Guilherme. Este é outro atleta que pode render um bom dinheiro ao Grêmio. Destaque do Sport na campanha que devolveu o time pernambucano à Série A do Brasileiro e artilheiro da competição com 17 gols, Guilherme desperta interesse de equipes da elite do futebol brasileiro. A intenção do Grêmio é vender o atleta.

Luan se despede

O meia-atacante Luan utilizou as redes sociais para deixar uma mensagem de despedida do Grêmio. Negociado com o Corinthians, o jogador foi o principal ídolo dos gremistas nos anos recentes, ajudando, principalmente, na conquista da Libertadores da América em 2017. “Procuro palavras para falar da importância do Grêmio na minha vida”, escreveu Luan no início do texto. “Ganhei quase tudo que um jogador pode sonhar, mas a minha maior conquista foi o respeito e o carinho de todos no clube e da torcida. Sei que meu nome está na história do Imortal”, disse em outro trecho. O Grêmio negociou 50% dos direitos econômicos de Luan com o Corinthians por 5 milhões de euros.



Veja também