Grêmio tentou trocar Maxi Rodríguez por seu irmão

Gastón Rodriguez, atacante de 25 anos, é jogador do Peñarol

17 de maio de 2017 - Às 06:15
Foto: Lucas Uebel / Grêmio

Fora dos planos do Grêmio, o uruguaio Maxi Rodriguez está sem destino. O fato curioso, no entanto, foi revelado pelo vice de futebol Odorico Roman. Em busca de reforços, a direção gremista tentou trocá-lo por seu irmão, Gastón Rodriguez,  atacante de 25 anos do Peñarol. Gastón marcou sete gols em 22 jogos pelos uruguaios.

— Tentamos, mas o Maxi não aceitou. Houve uma possibilidade da Chapecoense que não prosperou. No início do ano também o futebol mexicano cogitou contratá-lo — revelou o dirigente gremista.

Com contrato até dezembro, Maxi voltou de empréstimo do Peñarol no inicio do ano. O jogador participou da pré-temporada, permaneceu no grupo principal, mas não foi titular em nenhum jogo. O meia entrou em quatro partidas, duas na Primeira Liga e duas no Gauchão.



Veja também