Foto: Mauro Horita/Grêmio

O confronto contra o Novorizontino, às 21h30 desta terça-feira, na Arena, ganha ares de decisivo para o Grêmio na Série B. Há cinco jogos sem vencer na competição, com três empates seguidos sem gols, o Tricolor viu a distância para o G-4 subir para quatro pontos e aposta na força da torcida para iniciar uma recuperação.

Após a “virada de página” no empate com o Vasco, o momento é de voltar a vencer e, claro, balançar as redes outra vez, fato não ocorre há três partidas na Série B. Além disso, será a chance do Tricolor melhorar o desempenho dentro de casa, outra fator considerado negativo.

Em quatro jogos em casa na Série B, o Grêmio acumula duas vitórias, um empate e uma derrota. Com sete pontos, é o 16ª colocado considerando apenas a campanha como mandante das 20 equipes. Vale lembrar que o Tricolor fez apenas uma partida na Arena nas últimas cinco rodadas.

A título de comparação, os quatro times do G-4 são também os de melhor desempenho em casa. O líder Cruzeiro e o vice Bahia têm 100% de aproveitamento até o momento. Os mineiros jogaram quatro vezes como mandante, e os baianos, cinco.

Classificação como mandante na Série B

  • . Bahia – 15 pontos (5 jogos – 100% de aproveitamento)
  • . Vasco – 14 pontos (6 jogos – 77,8% de aproveitamento)
  • . Cruzeiro – 12 pontos (4 jogos – 100% de aproveitamento)
  • . Sport – 12 pontos (5 jogos – 80% de aproveitamento)
  • 16º. Grêmio – 7 pontos (4 jogos – 58,3% de aproveitamento)

Para melhorar esse retrospecto, além de voltar a vencer no campeonato, o Grêmio conta com o apoio da torcida. Na última semana, o clube divulgou seis ações para atingir novos sócios e os já ativos. O objetivo é claro, de chamar o torcedor para a Arena e criar um ambiente positivo para o time.

O tom de convocação para a torcida é comumente visto por parte dos dirigentes gremistas, em especial pelo vice de futebol Denis Abrahão. Tanto ele quanto o presidente Romildo Bolzan Júnior fizeram o pedido para que os torcedores compareçam à Arena nesta terça.

– Não tenho direito de pedir nada para o torcedor do Grêmio, pois são brilhantes. Só peço comparecimento no estádio, que ajude a equipe, que vamos ultrapassar essas dificuldades, que são momentâneas – declarou Abrahão após o empate contra o Vasco.

Pelo fim do jejum de gols

Para melhorar a campanha em casa, além de voltar a vencer na Série B, o Grêmio precisa, obviamente, de gol, algo que há tempos não acontece. Mais precisamente 311 minutos – sem contar os acréscimos –, quando Diego Souza marcou no empate contra o Ituano, na 7ª rodada.

O centroavante, aliás, tem participação direta em cinco dos sete gols do Grêmio na competição. Antes do gol em Itu, o camisa 29 marcou três vezes diante do Guarani e deu uma assistência na vitória sobre o CRB.

Diego Souza marcou o último gol do Grêmio na Série B, em empate contra o Ituano — Foto: Mauro Horita/Grêmio

Diego Souza marcou o último gol do Grêmio na Série B, em empate contra o Ituano — Foto: Mauro Horita/Grêmio

Recentemente, o técnico Roger Machado modificou o esquema tático do time e passou a utilizar a formação com três zagueiros. Isso faz com que os laterais, ou alas, tenham mais participação ofensiva na busca pelo fim da seca de gols da equipe.

– Naturalmente teremos mais jogadas em linha de fundo pelo sistema. Colocando jogadores leves pelo lado teremos perna para recuperar a bola no centro. O sistema vai se adaptar e as oportunidades aos atacantes vai acontecer – disse Roger na última quinta-feira.

O ponto positivo que pode ajudar a findar o jejum de bolas na rede é justamente o retrospecto na Arena. Dos sete gols anotados na Série B pelo Grêmio, cinco foram em casa, em dois jogos que resultaram em vitória, contra Guarani e CRB.

Quinto colocado com 14 pontos, o Grêmio está quatro atrás de Vasco e Sport e cinco do Bahia. A partida com o Novorizontino é também um confronto direto, pois a equipe do interior paulista tem a mesma pontuação, mas com saldo inferior (0 a 3).



Veja também