Foto: Reprodução

O árbitro Marcelo Aparecido de Souza estava longe de soar o apito final na vitória do Grêmio sobre o Cruzeiro por 1 a 0 na noite de quarta-feira, pelo primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil, e os tricolores já pensavam na volta, em Belo Horizonte. Não pela vantagem construída na Arena, mas por causa da lesão de Geromel aos 36 minutos do segundo tempo. Mais do que a perda, o lamento ganha peso na desconfiança com o substituto: Bressan. Sem o titular, a média de gols sofridos do time sobe para mais de um por partida.

Sinônimo de “segurança” para o grupo, Geromel conta com 32 jogos na temporada, entre Libertadores, Brasileirão, Copa do Brasil e Gauchão. Foram 21 gols sofridos com o defensor, o que gera média de 0,65 gol por jogo com o zagueiro. Nos 19 jogos sem o atleta, o Tricolor foi vazado 22 vezes, o que faz a média saltar para 1,15 por partida – o que pode ser um problema caso se repita no jogo do Mineirão.

O desempenho do time sem Geromel, contudo, não é tão desesperador. Neste universo, o Tricolor teve nove vitórias, cinco empates e cinco derrotas (veja mais na tabela abaixo). Ou seja, somou 32 dos 57 pontos possíveis, o que rende um aproveitamento de 56%.

O já tão criticado Bressan desponta como favorito para a posição. Foi ele quem entrou durante o embate na Arena e tem a confiança do treinador, muito pelo que fez em 2013, quando virou titular após a chegada de Portaluppi, num esquema com três zagueiros. A outra opção é Bruno Rodrigo, no fim da fila da preferência, mas que conhece o Cruzeiro como ninguém no elenco tricolor – foi inclusive titular na semi do ano passado, quando o Grêmio foi vitorioso. Já Rafael Thyere se recupera de uma lesão no tornozelo esquerdo e não tem data para voltar.

Thyere seria o mais indicado até mesmo pelo número de vezes que já substituiu Geromel na temporada. O titular ficou fora de 19 dos 51 jogos do Grêmio no ano. Em seu lugar, Thyere apareceu em 12 oportunidades, enquanto Bressan em seis.

– Claro que o Cruzeiro também tem jogadores que podem decidir, mas está aberto. Estou sempre preparado. Espero que não tenha sido nada com o Geromel e ele possa se recuperar logo – limitou-se a dizer Bressan na saída de campo.

GRÊMIO SEM GEROMEL

Competição Jogos Vitórias Empates Derrotas
Libertadores 3 2 1
Gauchão 5 1 3 1
Primeira Liga 3 1 1 1
Brasileirão 7 4 3
Copa do Brasil 1 1
Total 19 9 5 5

Um exame de imagem nesta quinta-feira irá decretar a extensão da lesão no músculo adutor da coxa direita. Segundo os relatos da comissão técnica e dos próprios jogadores, o tempo parado não será curto. O técnico Renato Gaúcho cravou, “no mínimo, três semanas”. E a segunda partida está marcada para a próxima quarta, no Mineirão.

– É uma perda. É um zagueiro a nível de seleção brasileira. Mas temos jogadores no grupo que têm que estar preparados. O que jogar tem que dar conta do recado do jeito que o Geromel vinha jogando – reiterou Renato.

Bressan (D) tem a confiança de Renato Gaúcho (Foto: Wesley Santos / Agência PressDigital)

Se as contas do comandante estiverem corretas, Geromel pode voltar a ficar à disposição entre o jogo contra o Vasco, pelo Brasileirão, em 10 de setembro, e o primeiro das quartas de final da Libertadores contra o Botafogo, no dia 13. De qualquer forma, este último, mais importante, estaria muito em cima para o zagueiro retornar da parada e recuperar o ritmo.

O (quase) certo é que o defensor não estará em campo na próxima quarta, quando será decidida a vaga na final da Copa do Brasil, no Mineirão. E a torcida terá de confiar no trabalho de Renato junto a Bressan. Internamente, o discurso não mostra a verdadeira preocupação.

– Não vou fazer análise de jogador, de alternativas. O Renato tem o grupo. O grupo é esse e tem dado a resposta quando precisa. Confiamos plenamente – destacou o vice de futebol Odorico Roman.

O resultado do exame de Geromel deve ser divulgado na tarde desta quinta. Os titulares farão um trabalho regenerativo no CT Luiz Carvalho, enquanto os reservas passam a pensar na partida contra o Atlético-PR, às 11h de domingo, também na Arena, pela 21ª rodada do Brasileirão.



Veja também